Influência da densidade populacional sobre crescimento e fecundidade de Bulimulus tenuissimus (d’Orbigny, 1835) (Mollusca, Bulimulidae)

  • Liliane Mara de Oliveira Meireles Núcleo de Malacologia; Mestrado em Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Universitário, 36036-330, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil
  • Lidiane Cristina da Silva Núcleo de Malacologia; Mestrado em Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Universitário, 36036-330, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil
  • Flávia Oliveira Junqueira Núcleo de Malacologia
  • Juliane Floriano Santos Lopes Departamento de Zoologia; Mestrado em Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Universitário, 36036-330, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil
  • Elisabeth Cristina de Almeida Bessa Núcleo de Malacologia; Departamento de Zoologia; Mestrado em Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Universitário, 36036-330, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

Resumo

A taxa de desenvolvimento de populações de moluscos terrestres sofre grande influência de diversos fatores, dos quais a temperatura, umidade e densidade populacional merecem destaque. Assim, objetivou-se com este trabalho comparar o crescimento e a fecundidade de Bulimulus tenuissimus mantidos em diferentes densidades populacionais (2, 6, 10, 16 e 18 moluscos/cm2), bem como a variação desses parâmetros durante as estações do ano (Primavera/Verão e Outono/Inverno). Verificou-se redução significativa na produção de ovos e no crescimento de acordo com a densidade, sendo esses menores em altas densidades. Já o tempo de incubação e eclodibilidade não apresentaram alterações. Porém, registrou-se maior tempo para incubação dos ovos no Outono/Inverno. Independentemente da condição de densidade populacional na qual os moluscos foram acondicionados, foi observado maior crescimento e maior fecundidade na Primavera/Verão, e consequentemente no período de maiores médias de temperatura e umidade. Os efeitos negativos da densidade populacional observados no estudo podem estar relacionados a fatores como competição intra-específica e ao acúmulo de excretas e metabólitos.

Publicado
2011-02-14