Taxonomia e distribuição da família Blenniidae (Teleostei: Blennioidei) na costa leste do Brasil

  • Carlos A. Rangel Universidade Federal Fluminense – Brasil.
  • Ricardo Z. P. Guimarães 2Coordenação de Biodiversidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde, Petróleo Brasileiro S.A. Av. Almte Barroso 81, 24° andar, Centro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Resumo

Apresentamos, através de chaves de identificação e caracterizações taxonômicas, os bleniídeos presentes na costa leste do Brasil, entendido como a região compreendida entre a foz do Rio São Francisco, BA e o Cabo de São Tomé, RJ. Ao todo, dez espécies foram identificadas, sendo elas: Hypleurochilus fissicornis (Quoy & Gaimard, 1824); Hypleurochilus pseudoaequipinnis Bath, 1994; Hypsoblennius invemar Smith-Vaniz & Acero, 1980; Scartella cristata (Linnaeus, 1758); Parablennius pilicornis (Cuvier, 1829); Parablennius marmoreus (Poey, 1875); Lupinoblennius paivai (Pinto, 1958); Entomacrodus vomerinus (Valenciennes, 1836); Ophioblennius trinitatis Miranda-Ribeiro, 1919; e Omobranchus punctatus (Valenciennes, 1836). Variações merísticas foram observadas em três espécies, o que sugere a necessidade do uso de técnicas de DNA para diferenciar as populações de Blenniidae da costa Leste do Brasil com a de outras localidades do Oceano Atlântico.

Publicado
2011-02-14