Nidificação de Dermochelys coriacea (Testudines, Dermochelyidae) no município de Vila Velha, Espírito Santo, Brasil

  • Lupercio Araújo Barbosa Organização Consciência Ambiental - Instituto ORCA
  • Luis Felipe Silva Pereira Mayorga Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos - IPRAM
  • Angelita Demonér Zanotti Animallab Laboratório Veterinário

Resumo

A tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) está seriamente ameaçada pela captura acidental durante a pesca artesanal e industrial. No Brasil, o único sítio reprodutivo se localiza no litoral norte do Estado do Espírito Santo, embora desovas ocasionais já tenham sido registradas em outros Estados. Em fevereiro de 2010 foi encontrado um ninho de D. coriacea no município de Vila Velha, Espírito Santo (20°28’30’’S e 40°20’48”W), contendo 132 ovos e um natimorto. Na superfície foram encontrados quatro filhotes mortos, dispersos por um raio de aproximadamente cinco metros ao redor do ninho. O litoral de Vila Velha não é sítio reprodutivo da espécie e o achado caracteriza uma desova ocasional.

Biografia do Autor

Lupercio Araújo Barbosa, Organização Consciência Ambiental - Instituto ORCA
Diretor Executivo do Instituto ORCA.
Luis Felipe Silva Pereira Mayorga, Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos - IPRAM
Presidente do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos.
Publicado
2014-01-20
Seção
Comunicação Científica