“É hoje que eu dou o pago”: self e arranjo entre os sexos em narrativas de vingança de uma vítima de violência de gênero

Autores

  • Marília Araujo Fernandes PUC-Rio

DOI:

https://doi.org/10.34019/1982-2243.2021.v25.34130

Resumo

O objetivo do presente estudo consiste em realizar uma análise microinteracional das narrativas produzidas por uma mulher vítima de violência de gênero em uma entrevista aberta. O arcabouço teórico situa-se nas noções de self (GOFFMAN, 1959), arranjo entre os sexos (GOFFMAN, 1977) e da análise de narrativas em perspectiva interacionista (BASTOS, 2005; BASTOS; BIAR, 2015). A metodologia da pesquisa é de natureza qualitativa e interpretativista. Os resultados indicam a reivindicação de uma imagem favorável de si pela entrevistada, ao destacar o autocontrole diante das agressões, frieza na execução de sua vingança e a assistência ao desfecho sem ter sido notada pelos demais personagens da narrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-17