A persistência de “erros” ortográficos e a sua relação com os fenômenos fonético- fonológicos do Português Brasileiro

Resumo

Este artigo tem o intuito de evidenciar a persistência de “erros” de ortografia na

idade adulta e a sua relação com o processo de variação linguística. Para isso, são brevemente descritos quatro dentre os diversos fenômenos fonético-fonológicos do Português Brasileiro (monotongação, ditongação, apagamento da consoante final e alçamento de vogais átonas), com base principalmente em Bortoni-Ricardo (2004), acompanhados de amostras de fala extraídas de cartas de atlas linguísticos regionais brasileiros e de exemplos de seus reflexos na escrita de crianças e adultos, além de reunir sugestões para o ensino de ortografia apresentadas por estudiosos (CAGLIARI, 1999, 2001; CIDRIM, AGUIAR, MADEIRO, 2007; LEMLE, 2000, SCLIAR-CABRAL, 2003a e 2003b; SOARES, 2006a, 2006b, entre outros) da área da aprendizagem de escrita.

Publicado
2020-12-29