“E quando a autoridade dos antepassados não indicar o gênero, o que se deve fazer?” Algumas palavras sobre a concepção de gênero gramatical segundo gramáticos latinos

  • Carol Martins da Rocha

Resumo

Nosso objetivo neste artigo é observar, ainda que de maneira não sistemática, o modo como alguns
gramáticos antigos abordaram questões relacionadas ao gênero gramatical de nomes da língua latina. Para isso,
selecionamos passagens do tratado De Lingua Latina, de Varrão (séc. I a.C.), e excertos de alguns gramáticos
posteriores a esse autor, nos quais tal tópico é abordado. Para a seleção dos passos, levamos em consideração a
menção aos conhecidos critérios varronianos de natura, consuetudo, ratio e auctoritas. Ao analisar as passagens,
parece-nos que a noção de gênero gramatical está, por vezes, ancorada na oposição biológica entre os sexos
masculino e feminino.

Publicado
2019-10-16