Padrões funcionais do particípio presente nas comédias plautinas

  • Douglas Gonçalves de Souza

Resumo

Nesta pesquisa, intenta-se descrever os diversificados usos da forma verbo-nominal latina denominada
particípio presente (pp) nos textos do comediógrafo Plauto (séc. III e II a.C.), com base nos pressupostos teóricos
da Linguística Funcional, encontrados, principalmente, em Givón (1984), Hopper (1991), Hopper & Traugott
(1993) e Bybee (2010). Os exemplos participiais, coletados nas 21 comédias que compõem o corpus plautino e
interpretados principalmente de modo qualitativo, foram agrupados em quatro padrões funcionais: a) pp com
função verbal; b) pp com função própria (híbrida); c) pp com função adjetival; e d) pp com função circunstancial.
Os resultados evidenciam níveis escalares de uso do pp, dada a natureza não discreta das categorias linguísticas.

Publicado
2019-10-16