A oração relativa à luz da Gramática Discursivo-Funcional: função interacional Resgate

  • Aliana Lopes Câmara

Resumo

Este estudo investiga o funcionamento interacional das construções relativas, a partir dos
pressupostos teóricos da Gramática Discursivo-Funcional (HENGEVELD; MACKENZIE, 2008). O corpus
consiste em ocorrências de língua falada, representativas de diferentes variedades da língua portuguesa, extraídas
do Projeto “Português Falado, Variedades Geográficas e Sociais”. Por meio de uma análise qualitativa,
comprova-se a existência de uma oração relativa, denominada interativa, que estabelece uma relação de
dependência pragmática com porções textuais, e não com o sintagma. Essa relação de dependência se estabelece
entre Movimentos no Nível Interpessoal.

Publicado
2019-09-13