8) Censura, Memória e Arquivo discursivo

  • Carla Barbosa Moreira (FACISA-BH)

Resumo

Inglês: In the light of the Pecheutian Discourse Analysis, this article is based on a survey that examined documents of the archives of the Italian censorship in the fascist period and of the DOPS-MG. The aim is to discuss how the ideological determination of author itarian regimes - Brazil and Italy – creates similar censorial knowledge by making it dialogue, repeat and renew its speech in a discursive memory that is constituted in different files of censorship. The result of this discussion shows that the reconstruction of memory is a still possible task that the censorship imposed by the state tries to control what can and what can not be said.
Keywords: censure; memory; archive; newspapers; DOPS.


Tradução:
À luz da Análise do Discurso pecheutiana, este artigo se fundamenta em uma pesquisa que analisou documentos do arquivo de censura italiano no período fascista e do DOPS-MG. O objetivo é problematizar o modo como a determinação ideológica de regimes autoritários – Brasil e Itália – produz saberes censórios similares, fazendo dialogar, repetir e renovar seu discurso em uma memória discursiva que se constituiem diferentes arquivos de censura. O resultado desta discussão mostra que a reconstrução da memória é um trabalho possível ainda que a censura imposta pelo Estado procure controlar o que pode e o que não pode ser dito.
Palavras-chave: censura; memória; arquivo; jornais; DOPS

Publicado
2016-07-06
Edição
Seção
Artigos