3) O efeito ideológico de deslocamento no discurso da imprensa sobre o MST: de pobres da terra a baderneiros

  • Belmira Magalhães (UFAL)
  • Helson F. da Silva Sobrinho (UFAL)

Resumo

Inglês: This article analyzes, from a Discourse Analysis (DA) theoretical and methodological perspective, the ideological effects of displacement of meanings produced in media texts (Folha de São Paulo newsp aper and Veja magazine between 1994 and 2003) about the Movimento dos Sem Terra (MST) actions. Despite using different discoursive ways, the texts revealed the same dubious initial discourse and ended by denigra ting the MST. We understand that in this saying space, a way of narrating violence in the rural community was established, in which happenings are emphasized as actions by scoundrels and the conflict reasons - the market society and the latifundio agrarian structure - are silenced.
Keywords: Discourse, Ideological effects, Media, MS.

Tradução: Este artigo analisa, a partir do referencial teórico e metodológico da Análise do Discurso (AD), matérias sobre o MST veiculadas na imprensa (jornal Folha de São Paulo e revista Veja, entre os anos de 1994 e 2003), demonstrando os efeitos ideológicos de deslocamento de sentidos produzidos sobre as ações do MST. Ambos os veículos utilizam formas discursivas distintas, mas difundem o mesmo discurso que se inicia dúbio e termina por denegrir o Movimento. Compreendemos que, nesse espaço de dizer, configurou-se um determinado modo de narrar a violência no meio rural, no qual se enfatizam os acontecimentos como ação de desordeiros e se silencia que as razões do conflito têm origem na sociedade de mercado e na estrutura agrária do latifúndio.
Palavras-chave: Discurso; Efeitos Ideológicos; Imprensa; MST

Publicado
2016-07-06
Edição
Seção
Artigos