19) Um estudo sobre os verbos manuais da Língua de Sinais Brasileira (LSB)

  • Geyse Araújo Ferreira (UFTM)
  • Rozana Reigota Naves (UNB)

Resumo

Inglês: A theoretical approach to manual verbs in Brazilian Sign Language (BSL)
In this paper, we analyse whether manual verbs formed from nouns of instruments in Brazilian Sign Language (BSL) are examples of morphological derivation or noun incorporation (or both). The work is based on Quadros & Karnopp’s (2004) assumption that there are differences on the movement parameter in derivational processes forming verbs from nouns (eg. CHAIR versus SIT) and in noun incorporation forming verbs from nouns of instruments ( eg. SCISSORS versus CUT-WITH-SCISSORS). We conclude that manual verbs formed from nouns of instruments in BSL are formed by derivation, since they do not have specific signs for the verb and the sign of the instrument performs a verbal role in the syntactic structure (although whad not identified such difference on movement parameter in collected data). The cases of noun incorporation are restricted to object position (eg. EAT APPLE).
Keywords: Brazilian Sign Language; Generative Grammar; Derivation; Incorporation.

Tradução:
Neste artigo,investigamos o processo de formação dos verbos manuais originados de nomes de instrumentos em Língua de Sinais Brasileira (LSB), com vistas a verificar, descritivamente, se se trata de casos de derivação ou de incorporação (ou ambos). Partimos do trabalho de Quadros e Karnopp (2004), que identificam diferenças quanto ao parâmetro do movimento em process os de derivação de nome e verbo (cf. CADEIRA versus SENTAR) e de incorporação de instrumentos a verbos (cf. TESOURA versus CORTAR COM TESOURA). Concluímos que os verbos estudados são formados por derivação, uma vez que não têm sinais próprios e o sinal do instrumento passa a desempenhar o papel de verbo na construção sintática(em bora não tenhamos observado diferença de movimento nos dados coletados).  Os casos de incorporação restringem -se à incorporação do objeto (cf. COMER MAÇÃ).
Palavras-chave:
Língua d e Sinais Brasileira; Gramática Gerativa; derivação; incorporação.
Publicado
2016-06-21
Edição
Seção
Artigos