7) Resultativas em português brasileiro

  • Marcello Marcelino (UNIFESP)

Resumo

Inglês: Resultatives in Brazilian Portuguese
The existence ofresultatives in Brazilian Portuguese (BP) has been the object of inquiry of studies which lead to inconclusive facts (BISOL, 1972/1975; FOLTRAN, 1999; LOBATO , 2004; MARCELINO, 2000, 2007). This paper focuses on the (in)existence of resultative structures in light of Snyder’s Compounding Parameter (CP) (1995) and Marcelino’s comparative study of Brazilian Portuguese and English (2007). The parametrical analysis presented here suggests that the resultative structures found in BP are semantic resultatives that do not correspond to the syntactic versions of the CP-positively valued ones. BP, therefore, can display resultatives, only not the same syntactic productive and recursive type displayed in English. The resultatives in BP are of a semantic type.
Key-words:
The Compounding Parameter; syntactic resultatives; semantic resultatives.

Tradução:
O fato de haver ou não estruturas resultativas em português brasileiro tem sido discutido há algum tempo em estudos sobre o Português Brasileirocom resultados inconclusivos entre si(BISOL, 1972/1975; FOLTRAN,1999; LOBATO, 2004;MARCELINO,2000,2007). Este trabalho discute a(in) existência das construções resultativas à luz do Parâmetro de Composição de Snyder (1995) e da análise comparativa PB/inglês de Marcelino (2007). Os dados comparativos parecem apontar para a inexistência de tais construções em PB na forma de estruturas sintáticas produtivas e recursivas, uma vez que o PB, dentro de uma visão paramétrica, não tem a marcação positiva para o Parâmetro de Composição, que licencia essas estruturas. A possibilidade de representação das estruturas resultativas em PB, no entanto, existe na forma de resultativas semânticas, não sintáticas.
Palavras-chave:
parâmetro de composição; resultativas sintáticas; resultativas semânticas.

Publicado
2016-06-16
Edição
Seção
Artigos