16) O sinal e a estrutura argumental da Língua Brasileira de Sinais

  • Maria Antonieta Pereira Tigre Almeida (FAINOR)
  • Adriana Stella Cardoso Lessa -de-Oliveira (UESB)

Resumo

Inglês: The sign and the argument structure of the Brazilian Sign Language
We aimed to analyze the verbal argument structure of the Brazilian Sign Language (Libras) from speech samples in Libras produced by deaf informants. These data were videotaped and transcribed through writing SEL (Writing System of Sign Languages). We based our discussion on the generative theory and on the hypothesis of MLMov unit (Hand-Location-Movement) developed by Lessa-de-Oliveira (2012) for identifying signs of the Libras. The results indicated that the signs are formed by one, two or three MLMovunits grouped according the semantic roots present; and the verbal argument structure of Libras occurs through: saturation by lexical categories, saturation by empty categories, saturation by Locs (Locators) or by self-saturation.
Keywords:
Generative Grammar; Libras; Saturation of Predicators; MLMov Unit; Verb.


Tradução:
Objetivamos analisar a estrutura argumental verbal daLíngua Brasileira de Sinais(Libras) a partir decorpusconstituído de amostras de fala em Libras produzidas por sujeitos-informantes surdos, gravadas em vídeoe transcritas por meioda escritaSEL(Sistema de Escritapara Língua de Sinais). Fundamentamos nossadiscussão no quadro teórico gerativista e na hipótese da unidadeMLMov(Mão-Locação-Movimento)de Lessa-de-Oliveira (2012)para a identificação dos sinais da Libras. Como resultados observamos que (i)os sinais sãoformados por uma, duas ou três unidades MLMov,caracterizadas conforme as raízes semântica abarcadas; e (ii)a estrutura argumental verbal da Libras ocorre através de saturação :por categorias lexicais, por categoriasvazias, porLocs(Localizadores) ou por autossaturação.
Palavras-chave: Gramática Gerativa; Libras;Saturação de Predicadores; Unidade MLMov; Verbo.
Publicado
2016-06-15
Edição
Seção
Artigos