2) Estudo sincrônico, diacrônico e etnolinguístico da terminologia de ourivesaria presente no “Diccionario da Lingua Brasileira” (1832)

  • Estefânia Cristina da Costa (UFOP) Ana Paula Antunes Rocha (UFOP)

Resumo

Inglês: Synchrony and diachrony of goldsmithery terminology in the "Diccionario da Lingua Brasileira" (1832), by Maria da Silva Luiz Pinto
This article presents the main results of a Master’s research focusing on a synchronic, diachronic and ethno linguistic study of golds  mithery terminology in the "Diccionario da Lingua Brasileira" (1832), by Luiz Maria da Silva Pinto. For this analysis, we used Bluteau (1712-1728), Moraes Silva (1813), Freire (1944), Aurelio (1999), Houaiss (2009) and Cunha (1987, 2007) dictionaries, apart from questionnaires applied to goldsmiths in Ouro Preto and surroundings. Our analysis pointed to a European-based terminology which, although related to the world of goldsmithery and mostly registered in dictionaries ,is little known by the respondents.
Key words:
terminology; lexicography; goldsmithery; Portuguese language.


Tradução: Este artigo apresenta os principais resultados de uma pesquisa de mestrado que objetivouo estudo sincrônico,diacrônico e etnolinguístico do léxico correspondent e à terminologia de ourivesaria presente no “Diccionario da Lingua Brasileira”, de 1832,de Luiz Maria da Silva Pinto. Para as análises,utilizamosos dicionáriosde Bluteau (1712-1728), Moraes Silva (1813),Freire (1957),Aurélio (1999), Houaiss (2009) e Cunha (1987) e os questionários aplicadosa ourives atuantes em Ouro Preto e região. Nossa análise apontou uma terminologia de base europeia que,embora em sua maior parte continue dicionarizada e relacionada ao universo da ourivesaria, é pouco conhecida pelos entrevistados.
Palavras-chave:
terminologia; lexicografia; ourivesaria;língua portuguesa

Publicado
2016-06-08
Edição
Seção
Artigos