Religião na perspectiva sociológica clássica: considerações sobre Durkheim, Marx e Weber

  • Waldney de Souza Rodrigues Costa
Palavras-chave: religião, Teoria Social, Sociologia da Religião, Sociologia Clássica

Resumo

Tendo em vista a relevante contribuição das Ciências Sociais para a teoria da religião, pretende-se com este texto, oferecer um recurso didático a discentes que ingressam na(s) Ciência(s) da(s) Religião(ões), bem como a quem deseja iniciar-se em Sociologia da Religião. Busca-se descrever de forma sucinta como a religião é abordada por Marx, Weber e Durkheim, considerados os clássicos da Sociologia. Após breve exposição do lugar que a religião ocupa na teoria social de cada um em separado, sublinhando as suas mais relevantes contribuições e pontuando as principais críticas percebidas por comentadores, arrisca-se uma comparação entre as abordagens sociológicas da religião utilizando o recurso de separar a teoria social em três dimensões: teoria sociológica, teoria da modernidade e teoria política.

Referências

ALVES, Rubem. O suspiro dos oprimidos. São Paulo: Editora Paulinas, 1984.
ASSMAN, Hugo; MATE, Reyes. Introducción. In: MARX, Karl; ENGELS, Friedrich.
Sobre la religión. Madrid: Ed. Sígueme, 1974. p. 9-37.
BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.
CAMURÇA, Marcelo. Ciências sociais e ciências da Religião: polêmicas e
interlocuções. São Paulo: Paulinas, 2008.
COSTA, Joaquim. Sociologia da religião: uma breve introdução. Aparecida: Editora
Santuário, 2009.
DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. 3. ed. Trad. Paulo Neves. São
Paulo: Martins Fontes, 2007.
______. As formas elementares da vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália.
Trad. Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 2000a.
______. O suicídio: estudo de sociologia. Trad. Mônica Stahel. São Paulo: Martins
Fontes, 2000b.
______. Da divisão do trabalho social. 2. ed. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo:
Martins Fontes, 1999.
HERVIEU-LÉGER, Danièle; WILLAIME, Jean-Paul. Sociologia e religião:
abordagens clássicas. Trad. Ivo Storniolo. Aparecida: Ideias & Letras, 2009.
LESBAUPIN, Ivo. Marxismo e religião. In: TEIXEIRA, Faustino (org.). Sociologia da
religião: enfoques teóricos. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2011. p. 13-35.
MADURO, Otto. Religião e luta de classes: quadro teórico para a análise de suas interrelações
na América Latina. Trad. Clarêncio Neotti e Ephraim Ferreira Alves.
Petrópolis: Vozes, 1981.
MARIZ, Cecília Loreto. A sociologia da religião de Max Weber. In: TEIXEIRA,
Faustino (org.). Sociologia da religião: enfoques teóricos. 4. ed. Petrópolis: Vozes,
2011. p. 67-93.
MARTELLI, Stefano. A religião na sociedade pós-moderna: entre secularização e
dessecularização. Trad. Euclides Martins Balancin. São Paulo: Paulinas, 1995.
MARX, Karl. O capital: crítica da economia política, livro I. 33. ed. Trad. Reginaldo
Sant’anna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.
______. Crítica da filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Boitempo, 2010.
MONTERO. Paula. Religiões e dilemas da sociedade brasileira. In: MICELI, Sergio
(org.). O que ler na ciência social brasileira. São Paulo; Brasília: Anpocs; Capes,
1999. p. 327-367.
SANCHIS, Pierre. Ainda Durkheim, ainda a religião. In: ROLIM, Francisco (org.). A
religião numa sociedade em transformação. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 11-31.
SELL, Carlos Eduardo. Sociologia clássica: Marx, Durkheim e Weber. 4. ed.
Petrópolis: Vozes, 2013.
SONEIRA, Abelardo et al. Sociologia de la religión. Buenos Aires: Docencia, 1996.
WEBER, Max. Ética econômica das religiões mundiais: ensaios comparados de
sociologia da religião. Petrópolis, RJ: Vozes, 2016.
______. A política como vocação. In: Ciência e política: duas vocações. São Paulo:
Cultrix, 2011. p. 65-157.
______. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo. Trad. José Marcos Mariani
de Macedo. Ed. Antônio Flávio Pierucci. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
______. Economias e Sociedade. 4. ed. Brasília: Editora da UNB, 2000.
Publicado
2017-09-05
Como Citar
COSTA, W. DE S. R. Religião na perspectiva sociológica clássica: considerações sobre Durkheim, Marx e Weber. Sacrilegens , v. 14, n. 2, p. 3-24, 5 set. 2017.