Boas práticas para reduzir desvio de custos e retardos de prazos em obras de construção civil

  • Samuel Thadeu Góes Moreira
Palavras-chave: Recrutamento e seleção; Planejamento ineficiente; Incompatibilidade entre projetos; Canteiro de obras; Boas práticas de gestão.

Resumo

Este trabalho faz um estudo acerca das boas práticas no gerenciamento de obras de construção civil,
considerando-se que no cenário atual de crise econômica enfrentada pelo Brasil desde o ano de 2015,
faz-se necessário adotar estratégias para sobreviver e continuar competitivo no mercado. O objetivo
geral consiste em identificar as boas práticas de gerenciamento de obras civis relacionadas ao processo
de seleção e treinamento, ao planejamento ineficiente/falho e à incompatibilidade entre projetos de uma mesma obra que impactem na redução de custos e atendimento de prazos. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva com abordagem qualitativa dos dados. Ao final do estudo foi possível verificar que os problemas de recrutamento e seleção, planejamento ineficiente/falho e incompatibilidade entre projetos de uma mesma obra são os principais fatores que levam aos aumentos de custos e atraso no cronograma das obras, sugerindo-se boas práticas de gerenciamento para redução dos problemas como: divisão do processo de recrutamento e seleção em duas fases: escritório+obra com aplicação do teste PMK por um psicólogo e de entrevista pelo engenheiro; e uso da tecnologia BIM tanto para melhoria do planejamento quanto para redução dos problemas de incompatibilidade entre projetos.

Publicado
2019-12-20