Neoliberalismo e mercado místico: o “Despertar” mobiliza o discurso autoempreendedor

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2023.v17.39174

Palavras-chave:

Neoliberalismo, Mercado místico, Orientalismo, Despertar, Sri Prem Baba

Resumo

Este artigo investiga as aproximações entre o discurso da espiritualidade mística, centrado no significante “despertar”, e o discurso neoliberal, que tece a imagem do “empreendedor de si”. Partindo das críticas ao neoliberalismo de Safatle (2019; 2021), Brown (2019), Dardot e Laval (2016) e Fontenelle (2005; 2017; 2021), e dos estudos de Arjana (2020) sobre o mercado místico, trabalhamos com a hipótese de que o movimento de desenvolvimento pessoal e de investimento em um “capital espiritual” faz parte da racionalidade do “eu empresa” e de sua lógica de autorregulação e autoaperfeiçoamento. Consequência da perda de perspectiva e da insegurança social gerados pelo próprio sistema capitalista, o misticismo moderno, ao buscar uma saída ao sofrimento, acaba por reforçar sua lógica, alimentando o consumo de produtos, de serviços, de um estilo vida e uma identidade espiritualizados. Como metodologia de análise, além da revisão bibliográfica citada, utilizaremos a Teoria do Discurso de Laclau e Mouffe (2015). Como caso concreto, analisaremos como o “Despertar” aparece no discurso vinculado a Sri Prem Baba, guru brasileiro que ficou conhecido por seu método de autoconhecimento chamado de “o caminho do coração” e que foi alvo, em 2018, de denúncias de assédio sexual, abuso de poder e enriquecimento às custas das doações de praticantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Telles de Menezes Faro, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutora pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC-SP e pesquisadora do Centro de Estudos Orientais.

Bruna Luiza de Camillo Allegretti, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Mestre pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC-SP.

Referências

ARJANA, S. Buying Buddha, Selling Rumi: Orientalism and the mystical marketplace. Londres: Oneworld Academic, 2020.

BUTLER, J. A vida psiquica do poder: teorias da sujeição. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017.

BOLTANSKI, L.; CHIAPELLO, E. O novo espírito do capitalismo. 2. ed. São Paulo: Editora WF Martins Fontes, 2020.

BROWN, W. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascensão da política antidemocrática no ocidente. São Paulo: Editora Filosófica Politeia, 2019.

DAL PIVA, J. A. Ciranda de sexo, dinheiro e mentiras de Prem Baba, 2018. Época. Rio de Janeiro. On-line. Disponível em: <https://bit.ly/47X32f8>. Acesso em: 9 dez. 2023.

DARDOT, P.; LAVAL, C. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DELLA CAVA, R. Messianismo brasileiro e instituições nacionais: uma reavaliação de Canudos e Juazeiro. Revista de Ciências Sociais, v. 6, n. 1/2, p. 121-139, 1975. Disponível em: <https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/10749>. Acesso em: 3 mai. 2019.

FONTENELLE, I. O trabalho da ilusão: produção, consumo e subjetividade na sociedade contemporânea. Interações, v. 10, n. 19, p. 63-86, 2005. Disponível em: <https://bit.ly/4a6HBtC>. Acesso em: 15 jun. 2022.

FONTENELLE, I. Cultura do consumo: fundamentos e formas contemporâneas. São Paulo: Editora FGV, 2017.

FONTENELLE, I.; POZZEBON, M. A dialectical reflection on the emergence of the ‘citizen as consumer’ as neoliberal citizenship: The 2013 Brazilian protests. Journal of Consumer Culture, v. 21, n. 3, p. 501-518, 2021. DOI: <https://doi.org/10.1177/1469540518806939>.

LACLAU, E.; MOUFFE, C. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

SAFATLE, V. A economia é a continuação da psicologia por outros meios: sofrimento psíquico e neoliberalismo como economia moral. In: SAFATLE, V.; SILVA JUNIOR, N.; DUNKER, C. (Orgs.). Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. Belo Horizonte: Autêntica, 2021. p. 17-46.

SAFATLE, V. Psicologias do fascismo. Curso completo, 2019. Departamento de Filosofia, Universidade de São Paulo. Academia.edu. On-line. Disponível em: <https://bit.ly/3tesC01>. Acesso em: 22 mai. 2019.

SAFATLE, V.; SILVA JUNIOR, N.; DUNKER, C. (Orgs.). Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. Belo Horizonte: Autêntica, 2021.

SAID, E. Orientalismo: o oriente como invenção do ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

FARO, P. T. de M.; ALLEGRETTI, B. L. de C. Neoliberalismo e mercado místico: o “Despertar” mobiliza o discurso autoempreendedor. Lumina, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 55–69, 2023. DOI: 10.34019/1981-4070.2023.v17.39174. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/39174. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos