Lembrar dos Mortos: uma análise do espaço cemiterial à luz do conceito de memória coletiva em Maurice Halbwachs

Autores

  • Julyana Cabral Araújo Universidade Federal de Goiás
  • Otávio Oliveira Silva Universidade Federal do Maranhão https://orcid.org/0000-0003-3360-2246
  • Flávio Luiz de Castro Freitas Universidade Federal do Maranhão
  • Dimas dos Reis Ribeiro Universidade Federal do Maranhão https://orcid.org/0000-0002-8502-5631

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2021.v15.34452

Palavras-chave:

Halbwachs, Memória, Espaço, Cemitério, Morte

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a representação da morte entre indivíduos e o espaço cemiterial na baixada maranhense, com base no capítulo IV, A memória coletiva e o espaço, da obra A Memória Coletiva de Maurice Halbwachs (1990). Diante disso, nos questionamos: como o pensamento de Halbwachs nos possibilita pensar a relação da memória dos indivíduos sobre a morte no espaço cemiterial da Baixada Maranhense? Para alcançar o objetivo proposto e responder a esta questão, adotamos o seguinte percurso metodológico: realizamos análises de diários de campos e imagens produzidas como fontes históricas pelo pesquisador; fizemos a analogia com as relações vivenciadas no espaço cemiterial. Por fim, concluiu-se que a ligação entre teoria e prática dos estudos de Halbwachs sobre memória coletiva contribuem com a interpretação social das significações do espaço atribuídas pelos grupos aos seus lugares de vivência. No espaço cemiterial da Baixada Maranhense, pensar a memória da morte dentro da complexa rede de relações coletivas significa perceber que nenhuma lembrança dos mortos pode vir a existir senão por meios dos objetos criados pelo homem. As formas de sepultamentos e os locais destinados aos mortos, além de estarem dentro de um contexto histórico próprio, possuem suas particularidades delineadas através dos objetos materiais, sobretudo, os cofos e as velas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julyana Cabral Araújo, Universidade Federal de Goiás

Mestranda do Programa de Pós-graduação em História (PPGH-UFG). Bolsista pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA.

Otávio Oliveira Silva, Universidade Federal do Maranhão

Mestrando do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Cultura e Sociedade (PGCULT-UFMA). Bolsista pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA.

Flávio Luiz de Castro Freitas, Universidade Federal do Maranhão

Professor efetivo adjunto no campus V (UFMA) e professor do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Cultura e Sociedade da Universidade Federal do Maranhão (PGCULT-UFMA)

Dimas dos Reis Ribeiro, Universidade Federal do Maranhão

Professor efetivo adjunto no campus V (UFMA) e professor do Programa de Pós-Graduação - Mestrado Profissional em Formação Docente em Práticas Educativas (PPGFORPRED) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - Campus Imperatriz.

Referências

ARAÚJO, Julyana Cabral. Festa dos mortos no imaginário popular mexicano: representações da “morte domada” na arte de José Guadalupe Posada. In: RIBEIRO, Dimas dos Reis (org.). Conhecendo a América: entre fatos, história e cultura. Curitiba: Appris, 2021.

BENJAMIN, W. Magia e Técnica, Arte e Política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 8. ed. São Paulo: Brasiliense, 2012.

CORDEIRO, Veridiana D. Por uma Sociologia da Memória: Análise e interpretação da teoria da Memória Coletiva de Maurice Halbwachs. 2015. 167 p. Dissertação (Mestrado em Sociologia) Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 maio. 2021.

GONÇALVES, Jandir. Cofo: tramas e segredos. São Luís: Comissão Maranhense de Folclore, 2009.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Antropologia dos objetos: coleções, museus e patrimônios. Rio De Janeiro: Iphan, 2007. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3753385/mod_resource/content/1/GON%C3%87ALVES.%20antropologia_dos_objetos_V41.pdf. Acesso em: 12 mar. 2021.

HALBWACHS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo: Revista dos Tribunais LTDA, 1990.

HALBWACHS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo: Centauro, 2003.

MAGALHÃES, Lívia Diana Rocha. História, Memória e a Educação: relações consensuais e contraditórias. Revista Histedbr On-Line, Campinas, v. 16, n. 67, p. 165-174, 2016. DOI: <https://doi.org/10.20396/rho.v16i67.8646116>. Acesso em: 12 mar. 2021.

MENDES, J. J. et al. Geotecnologias aplicadas no mapeamento de áreas inundáveis na Baixada Maranhense. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 17, 2015, João Pessoa. Anais [...]. São José dos Campos (SP): Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 2015. Disponível em: <http://marte2.sid.inpe.br/rep/sid.inpe.br/marte2/2015/06.15.15.33.55>. Acesso em: 12 mar. 2021.

MENESES, Ulpiani T. Bezerra. Fontes visuais, cultura visual, História visual: balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 23, n. 45, p. 11-36, 2003. DOI: <https://doi.org/10.1590/S0102-01882003000100002>. Acesso em: 05 jun. 2021.

MONTEIRO DOS SANTOS et al. Memória coletiva e espaço em Maurice Halbwachs: uma interdisciplinaridade com a geografia humanista cultural. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM CULTURA E SOCIEDADE DO PGCULT, 3, 2020, São Luís. Anais [...]. São Luís: EDUFMA, 2020, p. 2007-2019. Disponível em: <http://www.edufma.ufma.br/wp-content/uploads/woocommerce_uploads/2020/07/Anais-do-III-SIICS.pdf>. Acesso em: 19 jun. 2020.

OLIVEIRA, Janderson C. D.; BERTONI, Luci M. Memória Coletiva e Teoria das Representações Sociais: confluências teórico conceituais. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, Uberlândia, v. 12, n. 2, p. 244-262, 2019. DOI: <http://dx.doi.org/10.36298/gerais2019120205>. Acesso em: 26 maio. 2021.

RIOS, Fábio Daniel. Memória coletiva e lembranças individuais a partir das perspectivas de Maurice Halbwachs, Michael Pollack e Beatriz Sarlo. Revista Intratextos, Rio de janeiro, v. 5, n. 1, p. 1-22, 2013. DOI: <https://doi.org/10.12957/intratextos.2013.7102>. Acesso em: 26 maio. 2021.

SCHMIDT, Maria Luisa Sandoval; MAHFOUD, Miguel. Halbwachs: Memória coletiva e experiência. Revista de Psicologia da USP, São Paulo, p. 285-298, 1993. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/psicousp/article/view/34481>. Acesso em: 12 mar. 2021.

Downloads

Publicado

2021-08-30

Como Citar

ARAÚJO, J. C. .; SILVA, O. O.; FREITAS, F. L. de C.; RIBEIRO, D. dos R. Lembrar dos Mortos: uma análise do espaço cemiterial à luz do conceito de memória coletiva em Maurice Halbwachs. Lumina, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 86–102, 2021. DOI: 10.34019/1981-4070.2021.v15.34452. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/34452. Acesso em: 27 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: História, Memória, Comunicação – entre crises e críticas