A agenda de pesquisa sobre editoriais jornalísticos: Um mapeamento das produções acerca do tema

  • Camila Mont'Alverne Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Editorial. Jornalismo. Agenda De Pesquisa. Estado Da Arte. Gênero Jornalístico.

Resumo

O artigo tem como objetivo mapear a agenda de pesquisa nacional e internacional acerca de editoriais jornalísticos, usando a base de dados do Portal de Periódicos da Capes e da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações do Ibict como fonte, e também procura identificar lacunas em tal produção. Após busca nos sites, selecionaram-se 110 documentos, que são analisados nas seguintes categorias: tema principal do trabalho, objetivo, tipo de documento, estrutura da produção, técnica metodológica, gêneros analisados, origem dos objetos das pesquisas, publicações brasileiras analisadas pelos trabalhos e ano da publicação. A análise revelou três preocupações centrais e mais recorrentes nas pesquisas: analisar a cobertura sobre determinado tema; examinar a influência dos editoriais em relação ao público ou a influência de certos fatores na produção jornalística; e discutir questões formais sobre o gênero. Notou-se também que a produção de teses e dissertações é escassa e há carência de estudos sobre periódicos brasileiros locais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Mont'Alverne, Universidade Federal do Paraná
Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Paraná (PPGCP/UFPR). Mestre em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (PPGCom/UFC).

Referências

ARMAÑANZAS, Emy; NOCÍ, Javier Díaz. Periodismo y argumentación. Géneros de opinión. Universidad del País Vasco, 1996.

BELTRÃO, Luiz. Jornalismo opinativo. Porto Alegre: Sulina, 1980.

CAPELATO, Maria Helena; PRADO, Maria Lígia. O bravo matutino: imprensa e ideologia no jornal O Estado de S. Paulo. São Paulo: Alfa-ômega, 1980.

CARREIRO, Rodrigo. O que há de política no Facebook? Análise do perfil de uma área de pesquisa emergente. In Seminário de Pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Democracia, 2014.

COUTINHO, Aline; MIGUEL, Luis Felipe. A crise e suas fronteiras: oito meses de mensalão nos editoriais dos jornais. In Opinião Pública, v. 13, p. 97-123, 2007.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas "Estado da Arte". In Educação & Sociedade, v. 23, n79, p. 257-272, 2002.

HALLOCK, Steven. M. Editorial and Opinion. Praeger: Westport, 2007.

IZADI, Foad; SAGHAYE-BIRIA, Hakimeh. A Discourse Analysis of Elite American Newspaper Editorials: The Case of Iran’s Nuclear Program. In Journal of Communication Inquiry, v. 31, n. 2, p. 140-165, 2007.

MELO, José Marques. A opinião no jornalismo brasileiro. Petrópolis: Vozes, 1985.

MONT'ALVERNE, Camila; MARQUES, Francisco Paulo Jamil. Jornalismo Político e Imagem Pública: Dilma Rousseff nos editoriais do jornal O Estado de S. Paulo. In Contracampo, Niterói, v. 28, n. 3, p. 93-115, 2013.

MORAES, Cláudia Herte de. Parcialidade alardeada: notas sobre a importância da opinião no jornalismo. Disponível em . Acesso em: 16 dez. 2017

RUBIM, Albino. Políticas culturais do governo Lula / Gil: desafios e enfrentamentos. In Revista Intercom, São Paulo, v. 31, n. 1, p. 183-203, 2008.

VERMELHO, Sônia Cristina; AREU, Graciela Inês Presas. Estado da arte da área de educação e comunicação em periódicos brasileiros. In Educação & Sociedade, Campinas, v. 26, n. 93, p. 1413-1434, 2005.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
MONT’ALVERNE, C. A agenda de pesquisa sobre editoriais jornalísticos: Um mapeamento das produções acerca do tema. Lumina, v. 11, n. 3, p. 152-172, 30 dez. 2017.
Seção
Artigos