O papel dos interesses na construção de uma ética dos processos comunicativos

  • Ângela Cristina Salgueiro Marques
Palavras-chave: comunicação, ética, processos deliberativos

Resumo

O artigo se propõe a explorar uma vertente da ética de
processos comunicativos, focalizando o modo como interações comunicativas
podem estabelecer passagens entre interesses particulares e
coletivos, a partir da discussão de temas moralmente relevantes para
todos. Em um primeiro momento, retomo os principais aspectos da
teoria da ação comunicativa para pensar como indivíduos e grupos
discutem as regras morais que os vinculam, aliando interesses
particulares a interesses coletivos em processos de deliberação
pública. Em seguida, questiono a associação entre interesses e um
tipo de ação estratégica que pode corromper a interação comunicativa
tornando-a menos desejável para a promoção do bem coletivo.
Argumento, por fim, que as noções de interesses e de auto-interesse
são componentes essenciais da construção do entendimento entre os
sujeitos e, portanto, de uma ética da comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-06-13
Como Citar
MARQUES, ÂNGELA C. S. O papel dos interesses na construção de uma ética dos processos comunicativos. Lumina, v. 5, n. 1, 13 jun. 2011.
Seção
Artigos