v. 25 n. 2 (2019): Dossiê - 130 Anos de República no Brasil: entre avanços e retrocessos
Dossiê

Comércio e Trabalho: Presença portuguesa nos interiores de São Paulo

Maria Izilda S. Matos
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Biografia
Oswaldo Truzzi
Universidade Federal de São Carlos
Biografia
Publicado December 5, 2019
Palavras-chave
  • Imigração portuguesa,
  • Interior paulista,
  • Trabalho
Como Citar
S. Matos, Maria Izilda, e Oswaldo Truzzi. 2019. “Comércio E Trabalho: Presença Portuguesa Nos Interiores De São Paulo”. Locus: Revista De História 25 (2). https://doi.org/10.34019/2594-8296.2019.v25.27653.

Resumo

Lançando mão de um leque de fontes de natureza diversa, este artigo procura rastrear a presença dos imigrantes portugueses no interior do Estado de São Paulo entre o final do século XIX e início do XX, abordando aspectos dessas experiências, e particularizando, no setor comercial, especialmente atividades como a de caixeiros e padeiros

Referências

  1. (100) anos da ACIRP. Ribeirão Preto: São Francisco Gráfica e Editora, 2004.
  2. Álbum da Colônia Portuguesa no Brasil, organizado e dirigido por Teófilo Carinhas, 1929.
  3. ALVES, Jorge Fernandes. Os Brasileiros, Emigração e Retorno no Porto Oitocentista, 1994 s/casa editora.
  4. BASSANEZI, M.S.; SCOTT, A.S.; TRUZZI, O.; BACELLAR, C.A.P. Atlas da Imigração internacional em São Paulo 1850-1950; SP, EDUNESP/FAPESP, 2008.
  5. Boletim do Departamento Estadual do Trabalho, SP, ano 14 (1924), n. 50/51, p 221-28.
  6. CAMPOS, M. Christina S. de Souza. “Imagens do imigrante português no meio rural paulista”, in: ROCHA-TRINDADE, Maria Beatriz; CAMPOS, Maria Christina S. de Souza (orgs.). Olhares lusos e brasileiros. São Paulo: Usina do Livro, 2003.
  7. CARVALHO, M. A. Os caixeiros e a imprensa lusa em Belém do Pará. In: Lená Medeiros de Menezes; Fernando de Sousa. (Org.). Brasil-Portugal: pontes sobre o Atlântico Múltiplos olhares sobre a e/imigração. Rio de Janeiro: EdUerj, 2017, p. 95-108.
  8. Censo de 1940, São Paulo, Empresas com atividades no comércio de mercadorias e capital realizado distribuído pela nacionalidade dos subscritores de capital.
  9. Censo de 1950, São Paulo, Nacionalidade dos proprietários e sócios de firmas individuais e sociedade de pessoas do comércio varejista segundo gênero de comércio.
  10. Censo de 1950, SP, Nacionalidade dos proprietários e sócios de firmas individuais e sociedade de pessoas segundo gênero de serviços.
  11. DAMIANO, O. Caminhos do tempo. São Paulo e São Carlos: Imprensa Oficial do Estado e EdUFSCar, 2004.
  12. DEAN, Warren. A industrialização de São Paulo: 1880-1945. São Paulo. Difusão Europeia do Livro. 1971.
  13. Estatística agrícola e zootéchnica organizada pela Directoria de Estatística, Indústria e Commércio, 1934-1935, Estado de São Paulo, 1936.
  14. FONSECA, Vitor Manoel Marques da. Imigração: Identidade e Integração,1903-1916. In: MATOS, Maria Izilda Santos de; SOUSA, Fernando de (Orgs.). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru, SP: Edusc, 2008.
  15. FRANCO, Jaime. A Beneficência: Memória Histórica da Sociedade Portuguesa de Beneficência e Contribuição para a História de Santos. São Paulo: Gráfica da Revista dos Tribunais, 1951.
  16. FRUTUOSO, Maria Suzel Gil. “A presença portuguesa do comércio de Santos”, in: In: MATOS, Maria Izilda Santos de; SOUSA, Fernando de (Orgs.). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru, SP: Edusc, 2008, pp. 141-54.
  17. Gazeta de Campinas 1877.
  18. Impressões do Brazil no Século Vinte, editada em 1913 e impressa na Inglaterra por Lloyd's Greater Britain Publishing Company, Ltd.
  19. LANNA, Ana Lucia Duarte. Trabalhadores das ferrovias: A Companhia Paulista de Estrada de Ferro, São Paulo, 1870-1920. In: Varia História, Belo Horizonte, vol. 32, n. 59, p. 505-545, maio/ago 2016.
  20. LEITE, Joaquim da Costa. O Brasil e a Emigração Portuguesa (1855-1914). In: FAUSTO, Boris (org.). Fazer a América. São Paulo: EDUSP, 2000.
  21. LOBO, Eulália Maria L. Imigração portuguesa no Brasil. São Paulo, Hucitec, 2001.
  22. MATOS, M. Izilda Santos de. Portugueses: deslocamentos, experiências e cotidiano: Bauru: EDUSC, 2013.
  23. MATTOS, Carlos Alberto dos Santos. A presença dos patrícios no Oeste Paulista: portugueses em Marília, Mestrado/UNESP/Marília.
  24. PEREIRA, Maria Aparecida Franco. Portugueses no alto comércio santista no início da República Velha. In: MATOS, M. Izilda e SOUSA, Fernando. Deslocamento & histórias: os portugueses, Bauru, EDUSC, 2008, pp. 119-130
  25. POPINIGIS, Fabiane, “As sociedades caixeirais e o ‘Fechamento das Portas’ no Rio de Janeiro (1850-1912).”. Cadernos AEL, v.6, n.10/11, 1999.
  26. PRATES, P. C. Ribeirão e os seus homens progressistas. Ribeirão Preto: ed. do autor, 1981.
  27. RODRIGUES, Henrique. Emigração de jovens e correspondências. Cartas do Brasil para Portugal no século XIX. Navegar 2017 vol 3 dez http://www.labimi.uerj.br/navegar/edicoes/05/Navegar_5_completa.pdf, acesso 12/06/2018.
  28. SABARIM, Fernanda. Capitalistas em Campinas 1873-84, FEA/UNICAMP, TCC em economia 2010. file:///C:/Users/Izilda%20Matos/Downloads/SabarimFernanda_TCC.pdf
  29. SCANTINBURGO, J. José Ermírio de Moraes: o Homem - a Obra, Cia Editora Nacional, 1975.
  30. SCOTT, Ana Sílvia Volpi e TRUZZI, Oswaldo. Pioneirismo, disciplina e paternalismo nas relações de trabalho entre proprietário e imigrantes no século XIX: o caso da colónia de Nova Lousã, em São Paulo. VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Coimbra, 2004, Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/28166084. Acesso em: 16 maio 2018.
  31. SCOTT, Ana Sílvia Volpi. Migrações portuguesas para São Paulo na segunda metade do século XIX: um estudo de caso. In: XV Encontro Nacional de Estudos de População, Caxambu, 2006. Disponível em: <http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2006/docspdf/ABEP2006_481.pdf>. Acesso em: 16 ago. 2010.
  32. SILVA, A. Roteiro Histórico: uma cidade e uma instituição. Bauru: Tipografia Comercial, 1957.
  33. SOUSA, Fernando de e allii. Os portugueses: De colonos a imigrantes, no VI Seminário e/imigração portuguesa para o Brasil, USP, 2011.
  34. STOLCKER, Verena. Cafeicultura, Homens, Mulheres e Capital. São Paulo: Brasiliense, 1986, p.75.
  35. TRUZZI, O. Café e indústria. São Carlos, 1850-1950. São Paulo e São Carlos: Imprensa Oficial do Estado e EdUFSCar, 2007.
  36. TRUZZI, Oswaldo. “Redes em processos migratórios”. In: Tempo Social, Revista de sociologia da USP. São Paulo: v. 20, 2008, p. 199-218.
  37. WITTER, José Sebastião. Ibicaba: uma experiência pioneira. São Paulo: Arquivo do Estado, 1982.