Comércio e Trabalho:

Presença portuguesa nos interiores de São Paulo

  • Maria Izilda S. Matos Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Oswaldo Truzzi Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Imigração portuguesa, Interior paulista, Trabalho

Resumo

Lançando mão de um leque de fontes de natureza diversa, este artigo procura rastrear a presença dos imigrantes portugueses no interior do Estado de São Paulo entre o final do século XIX e início do XX, abordando aspectos dessas experiências, e particularizando, no setor comercial, especialmente atividades como a de caixeiros e padeiros

Biografia do Autor

Maria Izilda S. Matos, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Pesquisador do CNPq (1A). Doutora em História e Livre Docente pela PUC/SP. Atua nas seguintes linhas de pesquisa: história cultural, imigração, imigração portuguesa e gênero. Entre várias obras, destacam-se: Por uma possível História do Sorriso: institucionalização, ações e representações (Hucitec, 2019), Cotidiano e cultura: história, cidade e trabalho (E@mansucrito, 2019) e Portugueses: deslocamentos, experiências e cotidiano (EDUSC, 2013). Email: mismatos@pucsp.br

Oswaldo Truzzi, Universidade Federal de São Carlos

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pesquisador do CNPq (1B). Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Sociologia das Migrações, História Social das Migrações e História Regional. Principais obras: Patrícios - sírios e libaneses em São Paulo (UNESP, 2008), Syrian and Lebanese Patrícios in São Paulo: From the Levant to Brazil (University of Illinois Press, 2018) e Italianidade no interior paulista, Café e Indústria. São Carlos (1850-1950) (Unesp, 2016). E-mail: truzzi@ufscar.br

Referências

(100) anos da ACIRP. Ribeirão Preto: São Francisco Gráfica e Editora, 2004.

Álbum da Colônia Portuguesa no Brasil, organizado e dirigido por Teófilo Carinhas, 1929.

ALVES, Jorge Fernandes. Os Brasileiros, Emigração e Retorno no Porto Oitocentista, 1994 s/casa editora.

BASSANEZI, M.S.; SCOTT, A.S.; TRUZZI, O.; BACELLAR, C.A.P. Atlas da Imigração internacional em São Paulo 1850-1950; SP, EDUNESP/FAPESP, 2008.

Boletim do Departamento Estadual do Trabalho, SP, ano 14 (1924), n. 50/51, p 221-28.

CAMPOS, M. Christina S. de Souza. “Imagens do imigrante português no meio rural paulista”, in: ROCHA-TRINDADE, Maria Beatriz; CAMPOS, Maria Christina S. de Souza (orgs.). Olhares lusos e brasileiros. São Paulo: Usina do Livro, 2003.

CARVALHO, M. A. Os caixeiros e a imprensa lusa em Belém do Pará. In: Lená Medeiros de Menezes; Fernando de Sousa. (Org.). Brasil-Portugal: pontes sobre o Atlântico Múltiplos olhares sobre a e/imigração. Rio de Janeiro: EdUerj, 2017, p. 95-108.

Censo de 1940, São Paulo, Empresas com atividades no comércio de mercadorias e capital realizado distribuído pela nacionalidade dos subscritores de capital.

Censo de 1950, São Paulo, Nacionalidade dos proprietários e sócios de firmas individuais e sociedade de pessoas do comércio varejista segundo gênero de comércio.

Censo de 1950, SP, Nacionalidade dos proprietários e sócios de firmas individuais e sociedade de pessoas segundo gênero de serviços.

DAMIANO, O. Caminhos do tempo. São Paulo e São Carlos: Imprensa Oficial do Estado e EdUFSCar, 2004.

DEAN, Warren. A industrialização de São Paulo: 1880-1945. São Paulo. Difusão Europeia do Livro. 1971.

Estatística agrícola e zootéchnica organizada pela Directoria de Estatística, Indústria e Commércio, 1934-1935, Estado de São Paulo, 1936.

FONSECA, Vitor Manoel Marques da. Imigração: Identidade e Integração,1903-1916. In: MATOS, Maria Izilda Santos de; SOUSA, Fernando de (Orgs.). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru, SP: Edusc, 2008.

FRANCO, Jaime. A Beneficência: Memória Histórica da Sociedade Portuguesa de Beneficência e Contribuição para a História de Santos. São Paulo: Gráfica da Revista dos Tribunais, 1951.

FRUTUOSO, Maria Suzel Gil. “A presença portuguesa do comércio de Santos”, in: In: MATOS, Maria Izilda Santos de; SOUSA, Fernando de (Orgs.). Deslocamentos & Histórias: Os Portugueses. Bauru, SP: Edusc, 2008, pp. 141-54.

Gazeta de Campinas 1877.

Impressões do Brazil no Século Vinte, editada em 1913 e impressa na Inglaterra por Lloyd's Greater Britain Publishing Company, Ltd.

LANNA, Ana Lucia Duarte. Trabalhadores das ferrovias: A Companhia Paulista de Estrada de Ferro, São Paulo, 1870-1920. In: Varia História, Belo Horizonte, vol. 32, n. 59, p. 505-545, maio/ago 2016.

LEITE, Joaquim da Costa. O Brasil e a Emigração Portuguesa (1855-1914). In: FAUSTO, Boris (org.). Fazer a América. São Paulo: EDUSP, 2000.

LOBO, Eulália Maria L. Imigração portuguesa no Brasil. São Paulo, Hucitec, 2001.

MATOS, M. Izilda Santos de. Portugueses: deslocamentos, experiências e cotidiano: Bauru: EDUSC, 2013.

MATTOS, Carlos Alberto dos Santos. A presença dos patrícios no Oeste Paulista: portugueses em Marília, Mestrado/UNESP/Marília.

PEREIRA, Maria Aparecida Franco. Portugueses no alto comércio santista no início da República Velha. In: MATOS, M. Izilda e SOUSA, Fernando. Deslocamento & histórias: os portugueses, Bauru, EDUSC, 2008, pp. 119-130

POPINIGIS, Fabiane, “As sociedades caixeirais e o ‘Fechamento das Portas’ no Rio de Janeiro (1850-1912).”. Cadernos AEL, v.6, n.10/11, 1999.

PRATES, P. C. Ribeirão e os seus homens progressistas. Ribeirão Preto: ed. do autor, 1981.

RODRIGUES, Henrique. Emigração de jovens e correspondências. Cartas do Brasil para Portugal no século XIX. Navegar 2017 vol 3 dez http://www.labimi.uerj.br/navegar/edicoes/05/Navegar_5_completa.pdf, acesso 12/06/2018.

SABARIM, Fernanda. Capitalistas em Campinas 1873-84, FEA/UNICAMP, TCC em economia 2010. file:///C:/Users/Izilda%20Matos/Downloads/SabarimFernanda_TCC.pdf

SCANTINBURGO, J. José Ermírio de Moraes: o Homem - a Obra, Cia Editora Nacional, 1975.

SCOTT, Ana Sílvia Volpi e TRUZZI, Oswaldo. Pioneirismo, disciplina e paternalismo nas relações de trabalho entre proprietário e imigrantes no século XIX: o caso da colónia de Nova Lousã, em São Paulo. VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Coimbra, 2004, Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/28166084. Acesso em: 16 maio 2018.

SCOTT, Ana Sílvia Volpi. Migrações portuguesas para São Paulo na segunda metade do século XIX: um estudo de caso. In: XV Encontro Nacional de Estudos de População, Caxambu, 2006. Disponível em: <http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2006/docspdf/ABEP2006_481.pdf>. Acesso em: 16 ago. 2010.

SILVA, A. Roteiro Histórico: uma cidade e uma instituição. Bauru: Tipografia Comercial, 1957.

SOUSA, Fernando de e allii. Os portugueses: De colonos a imigrantes, no VI Seminário e/imigração portuguesa para o Brasil, USP, 2011.

STOLCKER, Verena. Cafeicultura, Homens, Mulheres e Capital. São Paulo: Brasiliense, 1986, p.75.

TRUZZI, O. Café e indústria. São Carlos, 1850-1950. São Paulo e São Carlos: Imprensa Oficial do Estado e EdUFSCar, 2007.

TRUZZI, Oswaldo. “Redes em processos migratórios”. In: Tempo Social, Revista de sociologia da USP. São Paulo: v. 20, 2008, p. 199-218.

WITTER, José Sebastião. Ibicaba: uma experiência pioneira. São Paulo: Arquivo do Estado, 1982.

Publicado
2019-12-05
Como Citar
S. Matos, M. I., & Truzzi, O. (2019). Comércio e Trabalho:. Locus: Revista De História, 25(2). https://doi.org/10.34019/2594-8296.2019.v25.27653