Aptidão para atividade física regular em estudantes de educação física da Universidade Federal de Viçosa

Autores

  • Osvaldo Costa Moreira Universidade Federal de Viçosa
  • Bruno Gonzaga Teodoro Universidade Federal de Viçosa
  • Cláudia Eliza Patrocínio de Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Igor Surian de Souza Brito Universidade Federal de Viçosa
  • Bruno Pereira de Moura Universidade Federal de Viçosa
  • João Carlos Bouzas Marins Universidade Federal de Viçosa

Palavras-chave:

Exercício. Saúde. Avaliação.

Resumo

Determinar a prevalência inaptidão para prática de atividade física regular (AFR) em estudantes de Educação Física da UFV. Foram avaliados 354 estudantes, com idade média de 22,3 ± 2,4 anos, através do PAR-Q. Para a análise estatística, utilizou-se a razão de prevalência (RP) e razão de chances (OR) entre os gêneros. Noventa sujeitos, apresentavam inaptidão para AFR, representando um valor relativo de 25,5%. Destes, 77 (21,8%) tiveram uma resposta positiva, 10 (2,8%) duas respostas e 3 (0,9%) três respostas. A OR indicou que as mulheres têm 2,17 chances (IC= 1,29 - 3,66) a mais de apresentar inaptidão para AFR, que os homens, bem como uma prevalência 79% maior. Assim, aconselha-se um exame clínico antes de submeter-se a um programa de AFR. Os dados apontam para uma prevalência de inaptidão para AFR maior que um quarto da amostra denotando preocupação, visto a existência do risco na realização de aulas práticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-07-28

Como Citar

1.
Moreira OC, Teodoro BG, Oliveira CEP de, Brito IS de S, Moura BP de, Marins JCB. Aptidão para atividade física regular em estudantes de educação física da Universidade Federal de Viçosa. hu rev [Internet]. 28º de julho de 2010 [citado 17º de agosto de 2022];36(1). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/939

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)