Adaptação e validação da versão brasileira do questionário de overtraining

Autores

  • Maurício Gattás Bara Filho Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Ruan Alves Nogueira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Francine Caetano Andrade Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Jone Loures Fernandes
  • Clécio Ferreira Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Questionário, Treinamento, Validação

Resumo

Introdução: O Overtraining é caracterizado pelo desequilíbrio entre estresse e recuperação. Dentre os métodos utilizados para avaliá-lo, pode-se mencionar o Questionnaire standardisé de surentraînement de origem francesa (Brun, 2003). Objetivo: adaptar e validar preliminarmente o questionário da língua francesa para a portuguesa. Métodos: o instrumento foi traduzido do francês ao

português de acordo com o procedimento parallel translation- back - translation (BRISLIN, 1986). Posteriormente, a versão brasileira foi aplicada em 222 atleta de modalidades esportivas competitivas (25,35±9,93 anos). Resultados: Nas 54 questões do instrumento não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas (p>0,05) entre as pontuações no qui-quadrado. O alfa de Cronbach variou entre 0,172 e 0,923. A correlação intraclasse das escalas variou entre 0,705 e 0,863 (p<0,05). Conclusão: o instrumento encontra-se devidamente adaptado e, preliminarmente, validado para a população brasileira, denominando-se a partir deste estudo Questionário de Sintomas Clínicos do Overtraining.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-07-28

Como Citar

1.
Bara Filho MG, Nogueira RA, Andrade FC, Fernandes JL, Ferreira C. Adaptação e validação da versão brasileira do questionário de overtraining. hu rev [Internet]. 28º de julho de 2010 [citado 29º de setembro de 2022];36(1). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/935

Edição

Seção

Artigos Originais