A implementação do ambulatório de triagem psicológica em um hospital universitário: um relato de experiência

Autores

  • Juliana Dela-Sávia Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto com Ênfase em Doenças Crônico-Degenerativas, Hospital Universitário, Universidade Federal de Juiz de Fora https://orcid.org/0000-0003-2308-254X
  • Nataly Netchaeva Mariz Serviço de Psicologia, Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares https://orcid.org/0000-0002-9754-7357

DOI:

https://doi.org/10.34019/1982-8047.2023.v49.42636

Palavras-chave:

Triagem, Psicologia Hospitalar, Intervenções Breves, Serviços Ambulatoriais de Saúde

Resumo

Introdução: A atuação do psicólogo no hospital possui características específicas que vão além do modelo clínico tradicional de psicoterapia, ainda hegemônico nos serviços públicos de saúde. Diante da necessidade de se repensar as técnicas utilizadas no contexto hospitalar, a triagem psicológica se apresenta como uma modalidade de intervenção terapêutica possível nesse contexto. Nela, é feita uma avaliação da situação psíquica de cada sujeito, para fins de encaminhamentos e/ou intervenções breves. Objetivos: Descrever o processo de implementação desta modalidade de atenção psicológica em um ambulatório do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF). Relato de Experiência: O processo de implementação do ambulatório de triagem foi conduzido por duas psicólogas de referência do serviço de psicologia do Hospital e duas psicólogas residentes. Como entraves para a implementação do ambulatório, destaca-se o não comparecimento dos pacientes nas consultas marcadas, a falta de estruturação da rede de saúde mental na região e de compreensão acerca da especificidade do atendimento da triagem. Resultados: No período de março de 2022 a fevereiro de 2023, foram atendidos 117 pacientes, encaminhados por diferentes ambulatórios do HU-UFJF. Com a implementação do ambulatório de triagem, foi possível estabelecer um espaço formal de atendimento das demandas direcionadas ao serviço de psicologia; uma maior rapidez no atendimento aos pacientes; uma otimização do tempo de acompanhamento; uma maior adesão dos pacientes ao trabalho da psicologia; uma melhor articulação e conhecimento da Rede de Atenção à Saúde (RAS). Conclusão: Conclui-se que o ambulatório de triagem alcançou o seu objetivo de promover o acolhimento, a investigação aprofundada das demandas e a compreensão da situação psíquica do usuário, propiciando, assim, encaminhamentos mais responsáveis e intervenções breves de demandas pontuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Dela-Sávia, Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto com Ênfase em Doenças Crônico-Degenerativas, Hospital Universitário, Universidade Federal de Juiz de Fora

Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto com Ênfase em Doenças Crônico-Degenerativas, Hospital Universitário, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Nataly Netchaeva Mariz, Serviço de Psicologia, Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares

Serviço de Psicologia, Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. Preceptora responsável pela implementação do Ambulatório de Triagem do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF).

Referências

Conselho Federal de Psicologia (BR). Referências técnicas para atuação de psicólogas(os) nos serviços hospitalares do SUS. 1. ed. Brasília: Conselho Federal de Psicologia; 2019.

Campezatto PM, Nunes MLT. Atendimento em clínicas-escola de psicologia da região metropolitana de Porto Alegre. Estudos de Psicologia. 2007; 24(3):363-74. doi: 10.1590/S0103-166X2007000300008.

Dias NM, Radomile MES. A implantação do serviço de psicologia no hospital geral: uma proposta de desenvolvimento de instrumentos e procedimentos de atuação. Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar. 2006; 9(2):114-32.

Salinas P, Santos, MA. Serviço de triagem em clínica-escola de psicologia: a escuta analítica em contexto institucional. Psychê. 2002; 6(9):177-96.

Campezatto PM, Nunes MLT. Caracterização da clientela das clínicas-escola de cursos de psicologia da região metropolitana de Porto Alegre. Psicologia: Reflexão e Crítica. 2007; 20(3):376-88. doi: 10.1590/S0102-79722007000300005.

Cavalheiro NC, Garcia BG, Iwata H, Júnior JP, Rosa HR, Castro VMLL et al. Triagem interventiva: a caracterização de uma demanda. Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar. 2012; 15(2):3-16.

Perfeito HCCS, Melo SA. Evolução dos processos de triagem psicológica em uma clínica-escola. Estudos de Psicologia. 2004; 21(1):33-42. doi: 10.1590/S0103-166X2004000100003.

Chammas D. Triagem estendida: um modo de recepção de clientes em uma clínica-escola de psicologia [Dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2009. doi: 10.11606/D.47.2010.tde-08032010-151628.

Rocha MC. Plantão psicológico e triagem: aproximações e distanciamentos. Revista do NUFEN. 2011; 3(1):119-34.

Macêdo S, Nunes ALP, Duarte MVG. Escuta clínica, triagem e plantão psicológico em um serviço-escola Pernambucano. Psicologia Ciência e Profissão. 2021; 41:e219706. doi: 10.1590/1982-3703003219706.

Cerioni RAN, Herzberg E. Expectativas de pacientes acerca do atendimento psicológico em um serviço-escola: da escuta à adesão. Psicologia Ciência e Profissão. 2016; 36(3):597-609. doi: 10.1590/1982-3703001402014.

Cerioni RAN, Herzberg E. Triagem psicológica: da escuta das expectativas à formulação do desejo. Psicologia: Teoria e Prática. 2016; 18(3):19-29. doi: 10.5935/1980-6906/psicologia.v18n3p19-29.

Herzberg E, Chammas D. Triagem estendida: serviço oferecido por uma clínica-escola de psicologia. Paidéia. 2009; 19(42):107-14. doi: 10.1590/S0103-863X2009000100013.

Gilliéron E. As psicoterapias breves. Rio de Janeiro: Jorge Zahar; 1986.

Hegenberg, M. Psicoterapia breve. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2004.

Peres RS, Santos MA dos, Coelho HMB. Atendimento psicológico a estudantes universitários: considerações acerca de uma experiência em clínica-escola. Estudos de Psicologia. 2003; 20(3):47-57. doi: 10.1590/S0103-166X2003000300004.

Downloads

Publicado

2024-01-26

Como Citar

1.
Dela-Sávia J, Netchaeva Mariz N. A implementação do ambulatório de triagem psicológica em um hospital universitário: um relato de experiência. HU Rev [Internet]. 26º de janeiro de 2024 [citado 13º de abril de 2024];49:1-6. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/42636

Edição

Seção

Relato de Experiência