Óleo de linhaça no tratamento do olho seco de paciente com síndrome de Sjögren

Autores

  • Mariana Maurício Matioli UFJF
  • Marta Halfeld Ferrari Alves Lacordia Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Ácidos Graxos Essenciais. Ceratoconjuntivite Seca. Óleo de Semente do Linho. Síndrome de Sjögren.

Resumo

A Síndrome de Sjögren é uma doença auto-imune crônica que se caracteriza por infiltração linfocítica de glândulas salivares e lacrimais, resultando em xerostomia e ressecamento ocular. A utilização dos ácidos graxos essenciais na apresentação oral, como o óleo de linhaça, pode ser uma alternativa no tratamento de pacientes com deficiência lacrimal. Descreve-se o caso de uma paciente, portadora de Síndrome de Sjögren associada à artrite reumatóide, com sinais e sintomas de olho seco. A paciente foi atendida no Ambulatório de Oftalmologia, do Hospital Universitário/CAS, da Universidade Federal de Juiz de Fora. Foi adotada a administração oral de óleo de linhaça, com melhora da sintomatologia. O objetivo do relato do caso é incentivar futuros estudos para melhor esclarecimento sobre o uso do óleo de linhaça no tratamento do olho seco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Maurício Matioli, UFJF

Acadêmica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora

Marta Halfeld Ferrari Alves Lacordia, Universidade Federal de Juiz de Fora

Oftalmologista do HU/CAS da Universidade Federal de Juiz de Fora. Doutora em Oftalmologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG.

Downloads

Publicado

2010-02-05

Como Citar

1.
Matioli MM, Lacordia MHFA. Óleo de linhaça no tratamento do olho seco de paciente com síndrome de Sjögren. hu rev [Internet]. 5º de fevereiro de 2010 [citado 8º de agosto de 2022];35(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/413

Edição

Seção

Relato de Caso