Estudo eletromiográfico dos músculos peitoral maior e serrátil anterior em mulheres que realizaram cirurgias de mama dos tipos mastectomia e quadrantectomia.

Autores

  • Antonia Dalla Pria Bankoff UFMS-MS

Palavras-chave:

Eletromiografia. Músculos Peitorais. Mastectomia. Linfadenectomia.

Resumo

O objetivo foi estudar através da eletromiografia de superfície o músculo peitoral maior (porção esternal e porção clavicular) e o músculo serrátil anterior,  os potenciais de ação  durante a realização de uma seqüência de movimentos das articulações do ombro e acromioclavicular em mulheres que realizaram cirurgias de mama dos tipos mastectomia radical modificada e quadrantectomia. Foi utilizado para as análises eletromiográficas, um Sistema de Aquisisção de Dados ADS1000 contendo 12 canais. Os resultados eletromiográficos expressos em RMS (Root Mean Square) foram analisados e comparados o lado cirúrgico e não cirúrgico; as três repetições da seqüência dos movimentos e entre os tipos de cirurgia mastectomia e quadrantectomia para cada músculo. Para a análise estatística foi utilizada a Análise de Variância (ANOVA) com fator duplo de repetição (p<0,05) para os resultados eletromiográficos. Os resultados mostraram haver diferença significativa (p<0,05) entre o lado cirúrgico e não cirúrgico para  os músculos estudados. Não houve diferença significativa entre as três repetições seqüenciais de movimentos nas análises eletromiográficas para os músculos estudados. Houve diferença significativa (p<0,05) entre os tipos de cirurgia (Mastectomia e Quadrantectomia) para os músculos estudados.

Biografia do Autor

Antonia Dalla Pria Bankoff, UFMS-MS

Professora Pesquisadora Visitante Nacional Sênior-CAPES, junto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul- Campus de Três Lagoas-MS

Downloads

Publicado

2015-08-20

Como Citar

1.
Bankoff ADP. Estudo eletromiográfico dos músculos peitoral maior e serrátil anterior em mulheres que realizaram cirurgias de mama dos tipos mastectomia e quadrantectomia. hu rev [Internet]. 20º de agosto de 2015 [citado 11º de abril de 2021];40(1 e 2). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/2225

Edição

Seção

Artigos Originais