Condição periodontal de hipertensos e diabéticos: impacto da atuação da equipe de saúde da família

Autores

  • Ana Rosa Murad Szpilman Universidade Vila Velha (UVV)
  • Luciene Rocha da Silva Universidade Vila Velha
  • Natália Costa Sylvestre Universidade Vila Velha
  • Esdras Zorzanelli Coutinho Junior Unversidade Vila Velha
  • Denise Coutinho Endringer Universidade Vila Velha
  • Racire Sampaio Silva Universidade Vila Velha

Palavras-chave:

Programa Saúde da Família, Educação em Saúde, Saúde Bucal.

Resumo

A doença periodontal é uma condição inflamatória crônica multifatorial que se estabelece em resposta a antígenos periodontopatogênicos. As infecções periodontais podem influenciar a saúde geral e o curso de alguns acometimentos sistêmicos. O objetivo do presente estudo foi avaliar a condição periodontal dos pacientes hipertensos e diabéticos inseridos no grupo HiperDia da Unidade de Saúde da Família Vila Nova, no Município de Vila Velha, ES. Seguindo uma abordagem quantitativa, estudo descritivo, analítico e exploratório, com amostragem por adesão. A coleta de dados ocorreu de outubro a novembro de 2011, sendo 35 sujeitos a amostra final da pesquisa. Para avaliação da condição periodontal, foram utilizados: índice de placa visível (IPV), índice de sangramento à sondagem (ISS), profundidade de bolsa à sondagem (PBS) e nível clínico de inserção (NCI). Os dados foram apresentados por meio da estatística descritiva e analítica (teste de Mann-Whitney), sendo adotado um nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que para os índices IPV, ISS, PBS e NCI não se observou diferença estatística. Conclui-se que em uma condição favorável, ou seja, acompanhamento pela equipe de saúde da família, medicados, compensados, não sedentários, com alimentação controlada, há uma possibilidade de controle da relação de risco entre as condições analisadas, hipertensão e diabetes, e a doença periodontal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Rosa Murad Szpilman, Universidade Vila Velha (UVV)

Possui graduação em Odontologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UFES, 1999). Atualmente é dentista clinico - unidade de saude da Prefeitura Municipal de Vila Velha e Professora Adjunta do Curso de Medicina da Universidade Vila Velha (UVV). Atualizações em Endodontia (UERJ), Odontopediatria (UFES) e Ortodontia(UFES); especializações em Odontopediatria (FAESA), em Atenção Primária à Saúde (UVV) e MBA em Gestão Empresarial (FGV); e Mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Desenvolvendo projeto PET-saúde na odontologia na PMVV em parceria com a UVV. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas de Subjetividade e Políticas (NEPESP) na Linha de Pesquisa Processos de Subjetivação e saúde coletiva da Universidade Federal do Espírito Santo no Departamento de Psicologia.

Downloads

Publicado

2013-01-31

Como Citar

1.
Szpilman ARM, da Silva LR, Sylvestre NC, Coutinho Junior EZ, Endringer DC, Silva RS. Condição periodontal de hipertensos e diabéticos: impacto da atuação da equipe de saúde da família. HU Rev [Internet]. 31º de janeiro de 2013 [citado 19º de julho de 2024];38(1 e 2). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1896

Edição

Seção

Artigos Originais