Viabilidade do transplante autógeno de baço pós criopreservação

Autores

  • Sérgio Ibañez Nunes Faculdade de Medicina de Barbacena

Palavras-chave:

Baço, Criopresrvação, Transplante Autólogo

Resumo

INTRODUÇÃO: a criopreservação de baço é uma nova forma de preservação deste tecido que poderá ser aplicada em pacientes que foram submetidos à técnica de controle de dano e se tornaram asplênicos. O presente estudo tenta reproduzir essa técnica em experimentos com ratos.

MÉTODOS: estudo experimental com animais transplantados e controle. Utilizou-se 58 ratas alocadas em 4 grupos de animais submetidos: grupo 1 reimplante descongelado; grupo 2 reimplante congelado; grupo 3 reimplante imediato e grupo 4 controle. Decorridos 30 dias da cirurgia de reimplante, foi realizada necropsia para avaliação dos parâmetros bioquímicos, macro e microscópicos que pudessem sugerir preservação da estrutura esplênica e suas funções.

RESULTADOS: observou-se que nos grupos 1 e 2 não foram visualizadas com freqüência arteríola central, polpa vermelha e branca, sugerindo ausência de tecido esplênico no sítio de transplante, compatível com a alta incidência de Corpúsculo de Howell Jolly (CHJ). No grupo 3 as características polpa branca e vermelha estiveram presentes em cerca de 50% dos animais, sendo a arteríola central inexpressiva, indicando alguma porcentagem de enxerto não funcional devido a presença do CHJ. No grupo 4 todos esses caracteres foram encontrados, demonstrando que tanto o tecido como sua função se mantiveram intactos, o que é reforçado pela baixa prevalência de CHJ. Essas diferenças apresentaram p<0,05.

CONCLUSÃO: Os resultados encontrados reforçam os achados da literatura, sendo assim, torna-se necessário que novas técnicas sejam desenvolvidas. Espera-se que a técnica seja aprimorado por novas pesquisas, objetivando desta forma, em um futuro próximo, maiores benefícios para os seres humanos.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Ibañez Nunes, Faculdade de Medicina de Barbacena

Doutor em cirurgia pela UFRJ, Professor responsável pela disciplina de Clínica Cirúrgica da Faculdade de Medicina de Barbacena

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2012-05-10

Como Citar

1.
Nunes SI. Viabilidade do transplante autógeno de baço pós criopreservação. hu rev [Internet]. 10º de maio de 2012 [citado 9º de fevereiro de 2023];37(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1246

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)