ANÁLISE DA SOBRECARGA E QUALIDADE DE VIDA: CUIDADORES DE IDOSOS DEPENDENTES

  • Elenir Pereira de Paiva UFJF
  • Fabiano Bolpato Loures UFJF
  • Jéssica Castro Santos UFJF
  • Stela Alice Loures de Paiva UFJF

Resumo

Objetivo: Avaliar a sobrecarga e qualidade de vida dos cuidadores de idosos dependentes. Método: Estudo transversal, realizado com aplicação de instrumento por amostra aleatória simples na atenção primária. Análise
estatística com nível de evidência de 5%, as variáveis contínuas analisadas pelo teste T de Student e as dicotômicas pelo teste do Quiquadrado. Resultados: Encontrou-se 5,7% de idosos com cuidadores, sendo 100% do sexo feminino com idade média de 54,41 (34 a 81 anos), sendo (35,3%) com idade superior a 60 anos, e 23,53% eram formais. A carga média, do questionário Zarit foi de 33 (DP=15,81), variando de 4 a 62(0-88). A escala SF-36 demonstrou média de 58,04 (DP=22,92) variando de 21,2 a 95,1. Discussão: A variação nos escores da Escala de Zarit pode estar associada aos diferentes níveis de dependência dos idosos. Conclusão: Não houve associação significativa entre Zarit e SF36.

Biografia do Autor

Fabiano Bolpato Loures, UFJF
Ms Médico ortopedista especialista em quadril.
Jéssica Castro Santos, UFJF
Mestranda da UFJF, área idosos.
Stela Alice Loures de Paiva, UFJF
Academica de Enfermagem da UFJF
Publicado
2016-08-23
Como Citar
Paiva, E. P. de, Loures, F. B., Santos, J. C., & Paiva, S. A. L. de. (2016). ANÁLISE DA SOBRECARGA E QUALIDADE DE VIDA: CUIDADORES DE IDOSOS DEPENDENTES. Revista De Enfermagem Da UFJF, 1(2). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/enfermagem/article/view/3804
Seção
Artigos Originais