IMPACTO SOCIAL DE UMA CRIANÇA COM PARALISIA CEREBRAL NA VIDA DE UM CUIDADOR FAMILIAR

  • Lorena Santos Liboni
  • Elizabeth Leite
  • Fernanda Costa Rubim Sacramento
  • Raquel Fonseca Ribeiro de Oliveira
  • Camila Ferreira Correa

Resumo

Objetivo: Evidenciar os sentimentos e expectativas dos cuidadores familiares de uma criança com paralisia cerebral em internação domiciliar. Método: Estudo descritivo, de caráter transversal, com uma abordagem qualitativa. A
coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas com cinco cuidadores familiares, utilizando a análise direta do discurso. Resultados: Após leitura e análise das entrevistas observou-se que a qualidade de vida dos cuidadores familiares está prejudicada em todos os casos analisados, visto que emprego, lazer e relacionamentos interpessoais foram substituídos pelo cuidado em tempo integral da criança. Conclusão: A análise dos dados obtidos neste estudo permite propor estratégias que possam melhorar a qualidade de vida das cuidadoras familiares de crianças com paralisia cerebral, modificando as atuais condutas utilizadas pelos profissionais de saúde em relação ao cuidado da criança.

Publicado
2018-12-21
Como Citar
Liboni, L. S., Leite, E., Sacramento, F. C. R., de Oliveira, R. F. R., & Correa, C. F. (2018). IMPACTO SOCIAL DE UMA CRIANÇA COM PARALISIA CEREBRAL NA VIDA DE UM CUIDADOR FAMILIAR. Revista De Enfermagem Da UFJF, 4(1). https://doi.org/10.34019/2446-5739.2018.v4.14015
Seção
Artigos Originais