MISKOLCI, R. Batalhas Morais. Política Identitária Na Esfera Pública Técnico-Midiatizada. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2021, 112p.

Autores

  • Carolina Vila Ramos Santos IFSP São Paulo Pirituba

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-2140.2021.35637

Palavras-chave:

Diversidade, Gênero e sexualidade, Ideologia, Sexualidade

Resumo

Não há resumo por se tratar de resenha.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Vila Ramos Santos, IFSP São Paulo Pirituba

Doutora em Sociologia pela UNICAMP (2013), Mestre em Sociologia pela UNICAMP (2008) e bacharel e licenciada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo
(2003). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Teoria Sociológica, Sociologia Ambiental, Pensamento social brasileiro e Sociologia Rural. Atualmente é professora EBTT do IFSP, câmpus São Paulo Pirituba e desenvolve pesquisa que reflete sobre as articulações entre feminismo, juventude e participação política. 

Referências

CARDON, D. A democracia internet: promessas e limites. São Paulo: Editora Forense Universitária, 2012

LACLAU, Ernesto. On Populist Reason. London: Verso, 2017.

MISKOLCI, R. Batalhas Morais. Política Identitária Na Esfera Pública Técnico-Midiatizada. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2021, 112p.

Downloads

Publicado

2022-06-14

Como Citar

Santos, C. V. R. (2022). MISKOLCI, R. Batalhas Morais. Política Identitária Na Esfera Pública Técnico-Midiatizada. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2021, 112p. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (34), 250–256. https://doi.org/10.34019/1981-2140.2021.35637

Edição

Seção

Resenhas