O problema do populismo

teoria, política e mobilização

  • CESAR ALESSANDRO Sagrillo Figueiredo UFT
Palavras-chave: política, populismo, teoria

Resumo

O livro resenhado possui como objetivo analisar a amplitude do conceito de populismo, sobretudo o modelo emergido no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Visando construir distinção, os autores do livro, Morelock e Narita, buscam especialmente fugir de explicações reificadas de autores dos anos 40 e 50 do século XX, que baseavam argumentos calcados em explicações desenvolvimentistas e na teoria da dependência. Nesta perspectiva inovadora proposta, metodologicamente se aproximam do modelo de constelação dialética adorniana, apresentando vários autores que discorrem acerca do tema, sem que necessariamente haja uma síntese única. Finalizando, como resultado apresentam que o populismo constrói uma oposição conflitiva intencionada entre o “povo” versus elite, especialmente com vista a justificarem a assunção de líderes com perfis populistas.

Biografia do Autor

CESAR ALESSANDRO Sagrillo Figueiredo, UFT

Está vinculado como Prof.º Adjunto II em Ciência Política no Curso de Licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Federal de Tocantins (UFT) e líder do Grupo de Pesquisa Violência e Estado, desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão. Possui doutorado em Ciência Política na linha de pesquisa de Política Internacional pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 2013. Possui Mestrado em Ciência Política pela mesma Instituição e programa, em 2009. Também, foi professor pela UFRGS no curso O ENSINO DA SOCIOLOGIA PARA PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO. Foi bolsista de Pós-Doutorado da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) no Programa de Pós-Graduação em Ciências Política (PPGCPOL), fazendo parte da equipe do Projeto de Investigação de Metodologia de Pesquisa em Ciência Política do Núcleo de Políticas Públicas (NEPU) e como professor docente do PPGCPOL/UFPel, no período 2013/2014. Foi coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Federal do Tocantins, na gestão de abril de 2015 a abril de 2017. Realizou estágio de Pós-doutorado no PPG Letras da UFT, desenvolvendo pesquisa com o tema acerca da Literatura do Exílio, no período 2017/2018. Está credenciado como professor permanente no PPG Letras/UFT. Atualmente, realiza estágio de Pós-doutorado no PPG Letras da UFT, desenvolvendo pesquisa sobre cinema e literatura política, no período de 2019/2020. Trabalha com a linha de pesquisa em Memória Política, Partidos Políticos, Ditadura Militar e Literatura Política, realizando pesquisa sobre a Guerrilha do Araguaia, Justiça de Transição e Literatura do Testemunho.

Referências

ADORNO, Theodor. Negative Dialektik. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 2003.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mille plateaux. Paris: Éditions de Minuit, 1980

HABERMAS, Jürgen. The structural transformation of the
public sphere: an inquiry into a category of bourgeois society.
Cambridge: MIT Press, 1991 [1962].

KRISTEVA, Julia. Powers of horror: an essay on abjection. Nova
York: Columbia, 1982.

WALLERSTEIN, Immanuel. Historical capitalism with capitalist civilization. Nova York: Verso, 1993.
Publicado
2020-02-18
Como Citar
Sagrillo Figueiredo, C. A. (2020). O problema do populismo: teoria, política e mobilização. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (30), 8. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/csonline/article/view/29408
Seção
Resenhas