Violência escolar e intervenção policial

um estudo comparativo de práticas e de modelos de atuação na busca pela resolução de problemas

  • Ricardo Bedendo UFJF
Palavras-chave: polícia; escola; segurança pública; pedagogia; poder

Resumo

O objetivo é debater a violência escolar com ênfase em projetos que aproximam polícia e escola, em algumas regiões do mundo, incluindo o Brasil. O artigo ancora-se na sociologia crítica que dá forma à pergunta-problema que fundamenta a pesquisa de doutorado realizada pelo autor no programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFJF: Por quê a polícia na escola? O estudo é pautado na metodologia foucaultiana que interpreta as práticas discursivas e não discursivas como produtoras de efeitos, de verdades, de saberes, de realidades, de campos de relações e de sujeitamentos. Os relatos de experiências de policiamento escolar mostram como questões relacionadas à criminalização do comportamento estudantil, a penalização da juventude, a políticas de tolerância zero e a judicialização dos conflitos estão no centro de uma transição que incorpora cada vez mais a segurança pública como agência para a solução de problemas que desafiam a esfera pedagógica tradicional.

Referências

. ABRAMOVAY, Miriam (coord). Cotidiano das escolas: entre violências. Brasília : UNESCO, Observatório de Violência, Ministério da Educação, 404 p, 2005.
. ABRAMOVAY, Miriam (coord). Conversando sobre violência e convivência nas escolas. Rio de Janeiro: FLACSO - Brasil, OEI, MEC, 2012.
. ADAM, J. M.; SALLES, L. M. “School organization climate and violence in the school: case study of two Brazilian schools”. Procedia – Social and Behavioral Sciences, 106, 2323-2332, 2013.
. BARNA, Iuliana; BARNA, Octavian. “The effectiveness of school-based violence prevention programs for reducing aggressive behaviour”. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 137, 88 – 92, 2014.
. BARROSO, João. Ordem disciplinar e organização pedagógica. In: CORREIA, José Alberto; MATOS, Manuel (orgs). Violência e violências da e na escola. Edições Afrontamento, colecção Caleidoscópio/1, 2003.
. BLAYA, Catherine. Elementos de reflexão a partir do comparativismo europeu. In: DEBARBIEUX, Éric et al. Desafios e Alternativas: violência nas escolas. Anais do Seminário Internacional de Violência nas Escolas, Brasília: UNESCO, 2003.
. BRADY, Kevin P.; BALMER, Sharon; PHENIX, Deinya. “School–Police Partnership Effectiveness in Urban Schools An Analysis of New York City’s Impact Schools Initiative”. Education and Urban Society, Vol.39, N. 4, 455-478, 2007.
. BROWN, Ben. “Understanding and assessing school police officers: A conceptual and methodological comment”. Journal of Criminal Justice 34, 591–604, 2006.
. CARDOSO, João Casqueira; GOMES, Candido Alberto; SANTANA, Edna Ugolini. “Escola e polícia em três países: vinho novo em odres velhos ou a crise das instituições”. Ensaio: aval. Pol. publ. Educ., Rio de Janeiro, v21, n.81, p-685-710, 2013.
. CHARLOT, Bernard. “A violência na escola: como os sociólogos franceses abordam essa questão.” Sociologias, Porto Alegre, ano 4, n8, p.432-443, 2002.

. CHARLOT, Bernard. “A pesquisa educacional entre conhecimentos, políticas e práticas: especificidades e desafios de uma área de saber”. Revista Brasileira de Educação, v.11, n.31, 2006.
. CHRISPINO, Alvaro; CHRISPINO, Raquel S. P. “A judicialização das relações escolares e a responsabilidade civil dos educadores”. Ensaio: aval. Pol. publ. Educ., Rio de Janeiro, v16, n.58, p-9-30, 2008.
. COON, Julie Kiernan; TRAVIS, Lawrence F. “The role of police in public schools: a comparison of principal and police reports of activities in schools”. Police Practice and Research Vol. 13, No. 1, 15–30, 2012.
. CRAWFORD, Charles; BURNS, Ronald. “Preventing school violence: assessing armed guardians,
school policy, and context”. Policing: An International Journal of Police Strategies & Management
V.38 N.4, pp. 631-647, 2015.
. DEBARBIEUX, Éric. “A violência na escola francesa: 30 anos de construção social do objeto (1967-1997)”. Educação e Pesquisa, v.27, n.1, p.163-193, 2001.
DEBARBIEUX, Eric. “”Violência nas escolas””: divergências sobre palavras e um desafio político. In: DEBARBIEUX, Eric; BLAYA, Catherine (orgs). Violência nas Escolas e Políticas Públicas. Brasília : UNESCO, 2002.
. DUBET, François. “O que é uma escola justa?”. Cadernos de Pesquisa, v.34, n.123, p.539-555, 2004.
. DUBET, François. “A escola e a exclusão”. Cadernos de Pesquisa, n.119, 2003.
. EISENBRAUN, Kristin D. “Violence in schools: Prevalence, prediction, and prevention”. Aggression and Violent Behavior, 12, 459–469, 2007.
. FISHER, Rosa Maria Bueno. “Foucault e a análise do discurso em educação.” Cadernos de Pesquisa, n.114, p. 197-223, 2001.
. FOUCAULT, Michel. A Sociedade Punitiva: curso no Collège de France (1972-1973): tradução Ivone C. Benedetti – São Paulo: Martins Fontes, 2015.
. FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade: curso no Collège de France (1975-1976): tradução Maria Ermantina Galvão – São Paulo: Martins Fontes, Quarta Edição, 2005.
. FOUCAULT, Michel. Nascimento da Biopolitica: Curso dado no Collège de France (1978-1979): tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.
. FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. Trad. Eduardo Brandão. SP: Martins Fontes, 2008b.
. FOUCAULT, Michel. Os Anormais: Curso dado no Collège de France (1974-1975): tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
. FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Trad. Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, sétima edição, 2007.
. FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987.
. FRAGA, Paulo Cesar Pontes (org). A escola, as drogas e a violência: experiência e representação. 1 Ed – Rio de Janeiro: Letra Capital, 2016a.
. FRAGA, Paulo Cesar Pontes (org). Violência na Escola: são possíveis ações de prevenção? Rio de Janeiro: Letra Capital, 2016b.
. GRAHAM, Linda J. “The Product of Text and ‘Other’ Statements: Discourse analysis and the critical use of Foucault”. Educational Philosophy and Theory, 43:6, 663-674, 2010.
. JUNOVEN, Jaana. “School Violence: prevalence, fears, and prevention.” RAND Issue Papers, 2001.
. KIMMEL, Alain. “Violence in School: A Tenacious Abscess.” European Education, vol. 32, no. 1, pp. 44-47, 2000.
. MALLET, Pascal; BENJAMIN, Paty. “How French counsellors treat school violence: An adult-centered approach.” International Journal for the Advancement of Counselling, 21: 279–300, 1999.
. MALLETT, Christopher A. “The School-to-Prison Pipeline: A Critical Review of the Punitive
Paradigm Shift”. Child Adolesc Soc Work J, 33:15–24, 2016.
. MERKWAE, Amanda. “Schooling the Police: Race, Disability, and the Conduct of School Resource Officers.” Michigan Journal of Race and Law, 147, 2015.
. OLIVEIRA, Windson Jeferson Mendes de. A policialização da violência em meio escolar. Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de
Minas Gerais. Belo Horizonte, 2008.
. OSLER, Audrey; STARKEY, Hugh. “Violence in schools and representations of young people: a critique of government policies in France and England”. Oxford Review of Education, Vol. 31, No.2, pp. 195–215, 2005.
. ORTEGA, Rosario. Programas educacionais de prevenção da violência escolar na Espanha: o modelo Sevilha Antiviolência Escolar (SAVE). In: DEBARBIEUX, Eric; BLAYA, Catherine (orgs). Violência nas Escolas e Políticas Públicas. Brasília : UNESCO, 2002.
. PAIN, Jacques. Os desafios da escola em face da violência e da globalização: submeter-se ou resistir? In: SILVA, Joyce Mary Adam de Paula e; SALLES, Leila Maria Ferreira (orgs.). Jovens, violência e escola: um desafio contemporâneo – São Paulo : Cultura Acadêmica, 2010.
. PEREIRA, Ana Carina Stelko-; WILLIAMS, Lúcia Cavalcanti de Albuquerque. “Reflexões sobre o conceito de violência escolar e a busca por uma definição abrangente”. Temas em Psicologia, Vol.18, no1, 45-55, 2010.
. PETROSINO, Anthony; GUCKENBURG, Sarah; FRONIUS, Trevor. “'Policing Schools' Strategies: a review of evaluation evidence.” Journal of Multidisciplinary Evaluation, v.8, n.17, 2012.
. ROCHEX, Jean Yves. Pistas para uma desconstrução do tema . In: CORREIA, José Alberto; MATOS, Manuel (orgs). Violência e violências da e na escola. Edições Afrontamento, colecção Caleidoscópio/1, 2003.
. SCHAUGHNESSY, Julie. “The challenge for English schools in responding to current debates on
behaviour and violence”. Pastoral Care in Education, V.30, N.2, pp. 87–97, 2012.
. SCHLOSSER, Michel D. “Multiple Roles and potential Role Conflict of a School Resource Officer: A Case Study of the Midwest Police Department’s School Resource Officer Program in the United States”. International Journal of Criminal Justice Sciences, Vol 9, Issue 1, 2014.
. SILVA, Joyce Mary Adam de Paula e; SALLES, Leila Maria Ferreira. “A violência na escola: abordagens teóricas e propostas de prevenção”. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. especial 2, p. 217-232, 2010.
. SKIBA, Russell J; PETERSON, Reece L. “School discipline at a crossroads: from zero tolerance to early response”. Exceptional Children, V.66, N.3, 335-347, 2000.
. SPOSITO, Marília Pontes. “Um breve balanço da pesquisa sobre violência escolar no Brasil”. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.27, n.1, p. 87-103, 2001.
. THERIOT, Matthew T. “School resource officers and the criminalization of student behavior”. Journal of Criminal Justice, 37, p. 280-287, 2009.
. THERIOT, Matthew T; CUELLAR, Matthew J. “School resource officers and students’ rights”. Contemporary Justice Review, p.1-17, 2016.
. TRINDADE, Rui. A escola como um espaço de afirmação da cidadania: contributo para um debate sobre a violência da e nas escolas. In: CORREIA, José Alberto; MATOS, Manuel (orgs). Violência e violências da e na escola. Edições Afrontamento, colecção Caleidoscópio/1, 2003.
. WEILER, Spencer C.; CRAY, Martha. “Police at School: a brief history and current status of School Resource Officers”. The Clearing House, 84: 160-163, 2011.
. ZANTEN, Agnès van. “Cultura da rua ou cultura da escola?” Educação e Pesquisa, São Paulo, v.26, n.1, p.23-52, 2000.
Publicado
2020-05-04
Como Citar
Bedendo, R. (2020). Violência escolar e intervenção policial: um estudo comparativo de práticas e de modelos de atuação na busca pela resolução de problemas. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (31), 28. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/csonline/article/view/29377
Seção
Artigos