COMUNIDADE QUILOMBOLA SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA: COTIDIANO, RESISTÊNCIA E POLÍTICAS PÚBLICAS

  • Larissa Silveira Dias Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

O trabalho tem como propósito destacar os impasses e a trajetória da Comunidade Quilombola São Sebastião da Boa Vista localizada no distrito de Dores do Paraibuna, pertencente ao município de Santos Dumont (MG). Reconhecida, certificada pela Fundação Cultural Palmares e registrada no Dário Oficial da União com o titulo de comunidade quilombola, no Livro de Cadastro Geral nº 011, registro 1.167 fl. 183 [1] desde 19 de novembro de 2009, a comunidade vive uma realidade conflitante em meio o isolamento geográfico, a escassez de informação e a falta de infraestrutura que tornam quase nulos o conhecimento e acesso a políticas públicas voltadas para as comunidades quilombolas. Nessa perspectiva, a reafirmação da identidade quilombola, a forma como se relacionam com o território, a ancestralidade, as práticas e tradições culturais/religiosas caracterizam a vida social da comunidade orientada pelos próprios morados. É a partir desse cotidiano isolado, coletivo e de resistência que foram observados os elementos que compõe a pesquisa que tem como objetivo, a reflexão e a analise dos desafios na luta pela resistência e  alcance e acesso aos direitos quilombolas na Comunidade São Sebastião da Boa Vista, usando como metodologia de pesquisa a observação participante.


[1] Ver: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=7&data=19/11/2009

Biografia do Autor

Larissa Silveira Dias, Universidade Federal de Juiz de Fora
Bacharela em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Juiz de Fora e graduanda em Serviço Social pela mesma instituição.
Publicado
2019-03-20
Como Citar
Dias, L. S. (2019). COMUNIDADE QUILOMBOLA SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA: COTIDIANO, RESISTÊNCIA E POLÍTICAS PÚBLICAS. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (28). https://doi.org/10.34019/1981-2140.2018.v0.17572
Seção
Jornada CSO/UFJF - Graduação