MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: UM PERFIL DA COMPOSIÇÃO DE GÊNERO NOS ANOS 1990 E 2000

Autores

  • Marcela Fernanda da Paz de Souza

Resumo

O artigo é resultado parcial da dissertação de mestrado, Estrutura Social, Inserção Feminina e Efeitos na Renda no Brasil. É apresentado neste estudo os percentuais de variação das mulheres nas tipologias de classe - baseada na classificação construída pelo sociólogo José Alcides Figueiredo Santos. Os microdados analisados comparativamente são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), dos anos de 1992 e de 2008. Constatou-se um alto percentual feminino em ocupações desprivilegiadas como as empregadas domésticas, as autônomas precárias e as trabalhadoras elementares, ao lado de um progresso das mulheres nos posicionamentos de classe que exigem qualificação e perícia, como as gerentes e especialistas. Este movimento complexo e paradoxal de gênero no mercado de trabalho abre um espaço de debate importante para a reflexão de como as relações díspares envolvendo homens e mulheres se desenvolverão no futuro, face aos diversos fatores econômicos, políticos, sociais, culturais.

Biografia do Autor

Marcela Fernanda da Paz de Souza


Downloads

Publicado

2010-08-29

Como Citar

Paz de Souza, M. F. da. (2010). MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: UM PERFIL DA COMPOSIÇÃO DE GÊNERO NOS ANOS 1990 E 2000. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (10). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/csonline/article/view/17165

Edição

Seção

Artigos Teóricoempíricos