OBSTÁCULOS EPISTEMOLÓGICOS DA LUTA POR RECONHECIMENTO DO NEGRO NO PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO

Autores

  • Attila Magno Silva Barbosa Silva Barbosa

Resumo

O objetivo deste artigo é contribuir para a compreensão de como a ideologia damestiçagem democrática e a centralidade da categoria classe social nas obras deGilberto Freyre e Florestan Fernandes contribuíram para dificultar a percepção da lutapor reconhecimento do negro no pensamento social brasileiro. Não temos a pretensão defornecer interpretações inéditas ou inusitadas. Nós temos ciência de estarmos diante deum tema delicado que suscita debates acalorados exatamente por ser um tema que falamuito sobre como nós nos entendemos e constituímos como Nação. Interessa-noscontribuir para o intento de desmistificar a ideologia da “democracia racial” que nosembeleza aos nossos olhos e aos olhos dos outros desavisados. Ideologia esta quehistoricamente tem tido como função promover a adesão a um idílico projetouniversalista anti-diferencialista à custa da obviedade das diferenças obliteradas.

Downloads

Publicado

2010-08-28

Como Citar

Silva Barbosa, A. M. S. B. (2010). OBSTÁCULOS EPISTEMOLÓGICOS DA LUTA POR RECONHECIMENTO DO NEGRO NO PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO. CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, (10). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/csonline/article/view/17151

Edição

Seção

Artigos Teóricoempíricos