Sistemas de apoio à decisão clínica e desfecho clínico na Atenção Primária à Saúde

uma revisão sistemática

Autores

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Medicina Baseada em Evidências, Medidas de Associação, Exposição, Risco ou Desfecho, Sistemas de Apoio a Decisões Clínicas

Resumo

Esta revisão sistemática aborda o uso de Sistemas de Suporte à Decisão Clínica (SADC) nos atendimentos realizados na Atenção Primária à Saúde (APS), identificando relações existentes entre o uso dos sistemas e os desfechos clínicos. Foram selecionados trabalhos, estudos em português e inglês, sem restrição ao cenário brasileiro, encontrados em diferentes bases de dados. Os resultados demonstram que os SADC ainda se encontram em estágio de desenvolvimento e refinamento, com aplicação ainda incipiente nas mais diversas patologias e condições clínicas. São raros os ensaios clínicos que tracem os desfechos clínicos primários, levando ao acúmulo de dados apenas sobre desfechos secundários ou compostos, dificultando a avaliação dos sistemas. Há indicativos de relativa eficiência no uso dos SADC para situações de diagnóstico e prevenção, com eficiência limitada na fase de tratamento. Finalmente, não existem dados suficientes para afirmar se os SADC geram desfechos clínicos primários mais favoráveis ou desfavoráveis na APS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Francisco Januário Silva, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Graduado em Medicina pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). Médico de família - UnitedHealth Group Brasil.

Wallisen Tadashi Hattori, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Bacharel e Licenciado em Biologia (PUCPR), mestre e doutor em Psicobiologia (UFRN), com pós-doutorados no Programa de Pós-graduação em Psicobiologia (UFRN; PDJ/CNPq; PNPD/CAPES). Professor da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). CV: http://lattes.cnpq.br/9220912064138283

Rosuita Frattari Bonito, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), residente em Medicina Geral Comunitária pela Universidade Federal de Goiás (UFG), mestra em Ciências da Saúde pela UFU e doutora pelo Instituto de Geografia da UFU. CV: http://lattes.cnpq.br/1704378302627284

Downloads

Publicado

2022-08-16

Edição

Seção

Artigos Originais