VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA CONTRA MULHERES USUÁRIAS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

  • Vitória de Barros Siqueira UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
  • Islanne Soares Leal Universidade de Pernambuco.
  • Flávia Emília Cavalcante Valença Fernandes Universidade de Pernambuco
  • Rosana Alves de Melo Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Maria Elda Alves de Lacerda Campos Universidade de Pernmbuco
Palavras-chave: Violência contra a mulher, Atenção Primaria à Saúde, Fatores socioeconômicos

Resumo

Objetivo: Descrever a ocorrência da violência psicológica contra a mulher usuária da Atenção Primária à Saúde no município de Petrolina/PE e os fatores associados. Métodos: Estudo transversal, com 392 usuárias da Atenção Primária à Saúde. Foram realizadas entrevistas com mulheres de idade igual ou superior a 18 anos. Lançou-se mão da distribuição de frequência com intervalo de confiança assumindo a distribuição Binomial, testes Qui-Quadrado de Pearson e/ou Exato de Fisher e regressão logística binária. Adotou-se significância de 5%, confiança de 95%. Resultados: Foram entrevistadas 392 mulheres observando-se prevalência de 37,8% de violência psicológica. A maioria dos eventos ocorreu em domicílio, com agressores conhecidos. Fatores associados a ocorrência da violência psicológica foram a faixa etária e a escolaridade sendo significativo em mulheres mais jovens e com nível superior. Estas características aumentaram a chance de sofrer violência psicológica. A associação entre as características sociodemográficas e econômicas e o agressor apontou uma maior ocorrência em mulheres com filhos assim como uma maior participação do parceiro íntimo na agressão de mulheres com faixas etárias maiores. Conclusão: A ocorrência da violência psicológica perpetrada por conhecidos predominou e alguns fatores sociais apresentaram-se relacionados ao aumento da chance da ocorrência da violência.

Biografia do Autor

Vitória de Barros Siqueira, UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
Mestre em Ciências com ênfase em Sociedade, Saúde e Ambiente pela Universidade Federal do Vale do São Francisco. Possui graduação em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco- Campus Petrolina (2012) e especialização em Saúde Pública pela Universidade Norte do Paraná(2016). Professora Assistente do Colegiado de Enfermagem da Universidade Federal do Vale do São Francisco das disciplinas Práticas do Cuidar I e II.
Islanne Soares Leal, Universidade de Pernambuco.
Enfermeira pela Universidade de Pernambuco.
Flávia Emília Cavalcante Valença Fernandes, Universidade de Pernambuco
Enfermeira. Mestrado Profissional em Gestão e Economia da Saúde pela Universidade Federal de Pernambuco, Brasil(2014). Professor Assistente da Universidade de Pernambuco , Brasil
Rosana Alves de Melo, Universidade Federal do Vale do São Francisco
Enfermeira. Mestrado em ENFERMAGEM pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Brasil(2015). Professor Assistente A da Universidade Federal do Vale do São Francisco , Brasil.
Maria Elda Alves de Lacerda Campos, Universidade de Pernmbuco
Mestrado Profissional em MESTRADO PROFISSIONAL DE VIGILÂNCIA SOBRE SAÚDE pela Universidade de Pernambuco, Brasil(2009). Enfermeira Sanitarista do Secretaria Estadual de Saúde , Brasil. Professor Assistente da Universidade de Pernambuco , Brasil.
Publicado
2019-01-30
Seção
Artigos Originais