Educação interprofissional no contexto da Atenção Primária à Saúde: relato de experiência

  • Ana Flávia de Seixas Salomão Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Ana Caroline Muzi Cunha Faculdade de Fisioterapia- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Jefferson Cláudio Nascimento Silva Faculdade de Serviço Social- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Hianka Patrícia Cardoso Correia Faculdade de Enfermagem- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Jomara Oliveira dos Santos Yogui Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Carmelita do Carmo Ribeiro Leite Camargos Faculdade de Enfermagem- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Renata Alvarenga Vieira Faculdade de Fisioterapia- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Clarissa Rocha Panconi Piccinini Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Sabrina Pereira Paiva Faculdade de Serviço Social- Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Relações Interprofissionais, Atenção Primária à Saúde, Educação em Saúde, Relações Comunidade-Instituição.

Resumo

Introdução: A formação em saúde envolve hoje a construção e fomento de um labor colaborativo entre as profissões. O presente relato objetiva descrever e analisar as ações do projeto de extensão “Há diversidade na Unidade”, desenvolvidas durante o ano de 2016. Tal projeto teve como finalidade: propiciar o desenvolvimento de competências para o trabalho interprofissional em estudantes dos períodos iniciais dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Medicina e Serviço Social; inserir os estudantes em contextos reais de aprendizagem, por meio de ações em uma Unidade de Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora/MG; promover a integração ensino-serviço através de ações em saúde pensadas na perspectiva interprofissional, centradas nos usuários. Desenvolvimento: Para atingir esses objetivos, a metodologia do grupo foi desenvolver semanalmente atividades de reconhecimento da dinâmica do território e da equipe de profissionais da Atenção Primária à Saúde. Além disso, iniciar um grupo de educação em saúde, voltado para crianças, com ações planejadas de forma interprofissional. A experiência no território permitiu: ampliar a vivência dos discentes na Atenção Primária à Saúde, possibilitando a observação e reflexão sobre o trabalho em equipe nesse cenário; sensibilizar os acadêmicos para as necessidades em saúde da população; dialogar com essas necessidades a partir do método da educação em saúde, desenvolvendo habilidades para o trabalho interprofissional. Conclusão: percebe-se que os projetos de extensão podem ser uma ferramenta importante na construção da formação interprofissional em saúde, inserindo precocemente os estudantes no contexto do Sistema Único de Saúde.

Biografia do Autor

Ana Flávia de Seixas Salomão, Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduanda de Medicina, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).
Ana Caroline Muzi Cunha, Faculdade de Fisioterapia- Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduanda de Fisiotepia- Universidade Federal de Juiz de Fora
Jefferson Cláudio Nascimento Silva, Faculdade de Serviço Social- Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduando de Serviço Social - Universidade Federal de Juiz de Fora
Hianka Patrícia Cardoso Correia, Faculdade de Enfermagem- Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduanda de Enfermagem - Universidade Federal de Juiz de Fora
Jomara Oliveira dos Santos Yogui, Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestre em Saúde Coletiva FAMED/UFJF

Professora de Medicina De Família e Comunidade da Faculdade de Medicina/UFJF



Carmelita do Carmo Ribeiro Leite Camargos, Faculdade de Enfermagem- Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestre em Enfermagem/UFMG

Professora na Disciplina de Enfermagem em Saúde da criança e do adolescente- Universidade Federal de Juiz de Fora/ UFJF 

Renata Alvarenga Vieira, Faculdade de Fisioterapia- Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Ciências da Reabilitação/ UFMG

Professora Chefe do Departamento de Fisioterapa na saúde do idoso, adulto e materno-infantil/ Universidade Federal de Juiz de Fora/UFJF

Clarissa Rocha Panconi Piccinini, Faculdade de Medicina- Universidade Federal de Juiz de Fora

Especialista em Ginecologia e Obstetrícia

Professora do departamento materno-infantil/ Unversidade Federal de Juiz de Fora/ UFJF

Sabrina Pereira Paiva, Faculdade de Serviço Social- Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Saúde Coletiva UFRJ

Professora Departamento de Política e Ação do Serviço Social/ UFJF

Publicado
2020-01-24
Seção
Relato de Experiência