ESTADO NUTRICIONAL, ANEMIA E PARASITOSES INTESTINAIS EM GESTANTES DE UM MUNICÍPIO DO CURIMATAÚ PARAIBANO

  • Arthur Silva Bezerra Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Vanille Valério Barbosa Pessoa Cardoso UFCG
  • Vanessa Santos de Arruda Barbosa Unidade Acadêmica da Sáude, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande.
Palavras-chave: Enteropatias Parasitárias, Cuidado Pré-natal, Saúde Pública

Resumo

O presente estudo objetivou conhecer o perfil socioeconômico, nutricional, hematológico e determinar a prevalência de infecção por enteroparasitos em gestantes do município de Cuité-PB. A coleta de dados foi realizada na Estratégia Saúde da Família entre os meses de maio a julho de 2014. Os dados foram obtidos através de um questionário semiestruturado e entrevistas livres. Foram feitos exames parasitológicos de fezes pelo método de sedimentação espontânea. Foram coletados resultados dos exames hematológicos e de características obstétricas do cartão da gestante. Para avaliação nutricional foi utilizada balança antropométrica com estadiômetro para aferição de peso e altura. Utilizou-se o teste Qui-quadrado (p<0,05) para se avaliar associação entre variáveis e os dados foram processados no programa estatístico SPSS. Das 45 gestantes que participaram da pesquisa a maioria relatou possuir apenas o ensino médio e possuírem renda mensal de até um salário mínimo. A maior parte apresentou estado nutricional eutrófico (48,5%). A prevalência de enteroparasitoses encontrada foi de 48%, sendo os enteroparasitas mais frequentes: Entamoeba coli e E.histolytica/E.dispar. A utilização de água de procedência inadequada para beber mostrou-se associada à infecção por parasitas intestinais (p=0,027). Observou-se uma prevalência baixa de anemia. Os resultados apontam para a existência de uma população exposta a riscos de infecção por enteroparasitos.

Biografia do Autor

Arthur Silva Bezerra, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
Graduado em Farmácia, Unidade Acadêmica da Educação, Centro de Educação e Saúde (CES), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
Vanille Valério Barbosa Pessoa Cardoso, UFCG
MSC. Professora Assistente, Núcleo de Pesquisa e Estudos em Nutrição e Saúde Coletiva, Unidade Acadêmica da Saúde (UAS), CES, UFCG.
Vanessa Santos de Arruda Barbosa, Unidade Acadêmica da Sáude, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande.
Professora Adjunto nível IV da Universidade Federal de Campina Grande, ministra as disciplinas Parasitologia Humana e Parasitologia Clínica. Possui Doutorado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009), mestrado em Biologia Parasitária pelo Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ (2002), graduação em Ciências Biológicas Licenciatura Plena e Bacharelado pela Universidade Castelo Branco (1999). Tem experiência na área de Parasitologia, com ênfase em epidemiologia de doenças parasitárias e vetores e na área de Radiobiologia.
Publicado
2019-01-30
Seção
Artigos Originais