DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA POR MAMOGRAFIA: ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DE MULHERES

  • Eloiza Augusta Gomes Hospital Maternidade Therezinha de Jesus da Faculdade Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (UFJF). MG - Brasil.
  • Laura Filomena S. de Araújo Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT)
  • Roseney Bellato Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT)
  • Estela Márcia Saraiva Campos Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Juiz de Fora. País Brasil
Palavras-chave: Assistência à saúde, Prevenção de câncer de mama, Neoplasias da mama, Mamografia.

Resumo

Resumo

Este estudo objetivou analisar as trajetórias empreendidas por mulheres acima de 60 anos, usuárias do sus, na busca por detecção precoce do câncer de mama (CM) por meio da mamografia. A pesquisa, de natureza qualitativa, utilizou a técnica do grupo focal (GF). Abarcou as trajetórias de três diferentes mulheres e os envolvimentos que entrelaçaram as dimensões de análise foram: a representação da doença e a experiência de busca por cuidados, a organização dos serviços de saúde, e as redes de apoio e sustentação das mulheres. Desenhar as trajetórias possibilitou demonstrar os caminhos trilhados pelas mulheres na busca por cuidados preventivos e analisar as dificuldades dos serviços em assegurar-lhes a mamografia, ressaltando que os empecilhos para a efetivação da detecção precoce do CM são reais.

 

Biografia do Autor

Eloiza Augusta Gomes, Hospital Maternidade Therezinha de Jesus da Faculdade Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (UFJF). MG - Brasil.

Enfermeira. Mestre em Saúde Coletiva. Professora vinculada ao Hospital Maternidade Therezinha de Jesus da Faculdade Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (UFJF). MG - Brasil.

Laura Filomena S. de Araújo, Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT)
Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP) – Ribeirão Preto (SP), Brasil.; Professora da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT)
Roseney Bellato, Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT)
Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo (SP), Brasil. Professora da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT).
Estela Márcia Saraiva Campos, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Juiz de Fora. País Brasil

Doutora em Saúde coletiva. Professora Adjunta do Departamento de Saúde Coletiva, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Publicado
2018-12-17
Seção
Artigos Originais