A COMPETÊNCIA PROFISSIONAL E A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: DISCURSO DOS PROFISSIONAIS

  • Alessandra Fernandes Ribeiro Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Paula Moraes Rezende
  • Sueli Maria dos Reis Santos
  • Darcília Maria Nagen da Costa

Resumo

Este estudo exploratório, descritivo, de natureza qualitativa, teve como objetivo caracterizar, no discurso dos profissionais que atuavam no PSF e cursavam Especialização em Saúde da Família na Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, o significado do termo competência profissional e seus pilares, visto que a competência é o elemento chave para atuação dos profissionais na lógica dos princípios do Sistema Único de Saúde e da Estratégia Saúde da Família. Vinte e dois profissionais fizeram parte da pesquisa e a coleta de dados se deu por meio de um questionário e a captação das respostas ocorreu nos meses de novembro e dezembro de 2006. As prioridades para o campo de atuação do profissional em saúde da família foram, na ordem que segue, a partir do mais votado: atenção à saúde, educação permanente, tomada de decisões, comunicação e liderança, administração e gerenciamento. Contudo, os profissionais sujeitos da pesquisa demonstraram conhecer a competência em seu aspecto tecnicista, assim, o entendimento sobre conhecimento explicitando vertentes de competência, ou seja, habilidade e atitude ficaram confusas, uma vez que estes apresentaram dificuldades para dissociar o termo habilidade do conceito global de competência. As respostas, de um modo geral, perpassaram pelo conhecimento e atitude. A maior dificuldade foi relacionada à atitude, confundida com habilidade e, principalmente, com o conhecimento. Conclui-se que, devido à dificuldade de expressar o entendimento sobre competência profissional e seus pilares, os profissionais não têm facilidade em identificar o conhecimento, a habilidade e a atitude nas atividades que executam na Saúde da Família. A capacidade de enfrentar situações e acontecimentos próprios do campo profissional, com iniciativa e responsabilidade, com inteligência prática e com capacidade para coordenar-se com outros atores na mobilização de suas capacidades, reflete a competência profissional.
Publicado
2008-08-18
Seção
Artigos Originais