A música e a harmonia das esferas no Renascimento

as contribuições do filósofo Marsilio Ficino

Autores

  • Marcel Henrique Rodrigues Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2023.v20.42323

Palavras-chave:

Renascimento;, hermetismo, música

Resumo

O presente artigo visa discutir o conceito de música e harmonia das esferas no Renascimento. O neoplatonismo e o hermetismo renascentistas entendiam que as esferas dos planetas estavam sob a regência da mais perfeita e sublime música cósmica. Uma música tão sublime que poderia ser captada pelos seres humanos, a fim de se conquistar uma vida saudável, como bem dissertou o filósofo Marsilio Ficino. Assim, esse artigo busca trazer à tona o universo renascentista e o seu rico imaginário em torno de um cosmos ordenado e animado por uma alma e por uma música divina. Enquanto metodologia, utilizamos estudos de especialistas na área, assim como os textos herméticos e ficinianos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARISTÓTELES. O homem de gênio e a melancolia: o Problema XXX, 1. Rio de Janeiro: Lacerda, 1998.

AROLA, Raimon. El Tarot de Mantegna. Barcelona: Editorial Alta Fulla, 1997.

CARVALHO, Cláudio. O tratamento da melancolia em Ficino. Revista Filosófica de Coimbra. V. 28, N. 56, outubro de 2019. Disponível em: https://impactum-journals.uc.pt/rfc/issue/view/0872-0851_56/143 Acesso em: 23 ago. 2022.

CUOZZO, Gianluca. Representar o invisível: Nicolau de Cusa e a arte do tempo. São Paulo: Fontenele, 2018.

FICINO, Marsilio. Tres libros sobre la vida (De vita triplici) Comentado por JALÓN, Mauricio. Madrid: Asociación Española de Neuropsiquiatría, 2006.

GABY, André. O esoterismo musical de Francesco Zorzi (1466-1540) na obra De harmonia mundi Totius (1525). Mirabilia Journal V.33, N.2, junho-dezembro de 2021. Disponível em: https://www.academia.edu/63919721/O_esoterismo_musical_de_Francesco_Zorzi_1466_1540_na_obra_De_Harmonia_Mundi_Totius Acesso em: 13 set. 2022.

GODWIN, Joscelyn. Armonía de las esferas. Girona: Atalanta, 2009.

GOMBRICH, Ernst. Imágenes simbólicas. Madrid: Alianza Forma, 1983.

JOSÉ, Bretos. Kepler, el último nexo entre música y astronomía. Musiker. V.12, 2000. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=2731461 Acesso em: 12 set. 2022.

KLIBANSKY, Raymond; PANOFSKY, Erwin; SAXL, Fritz. Saturno y la melancolía. Madrid: Alianza Forma, 2012.

LURKER, Manfred. Dicionário de simbologia. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

MACIEL, Auterives. Pré-Socráticos: a invenção da razão. São Paulo: Odysseus, 2003.

MARTÍN, Rubén. La teoría de la armonía de las esferas en el libro quinto de Harmonices Mundi de Johannes Kepler. Dissertação de Mestrado. Universidad de Salamanca, 2009.

PAUL, Noel. De divino furore: el arrebato divino y la mística neoplatónica. El poeta como priscus theologus en el pensamiento de Marsilio Ficino. Ingenium. Revista Electrónica de Pensamiento Moderno y Metodología en Historia de la Ideas. Madrid v. 12, 2018. Disponível em: https://revistas.ucm.es/index.php/INGE/article/view/62419. Acesso em: 22 ago 2022.

PLATÃO. Timeu e Crítias ou a Atlântida. São Paulo: Edipro, 2012.

ROSA, Ronel. A sombra de Orfeu: o Neoplatonismo renascentista e o nascimento da ópera. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010.

TRISMEGISTO, Hermes. Corpus Hermeticum. Comentado por SOMMERMAN, Américo. São Paulo: Polar, 2019.

______. Tabula Smaragdina. Introdução por CARVALHO, José. Brasília: Editora UNB, 2015.

WARBURG, Aby. A renovação da antiguidade pagã: contribuições científico-culturais para a história do Renascimento europeu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

WIND, Edgar. Los misterios paganos del Renacimiento. Madrid: Alianza Forma, 1998.

Downloads

Publicado

2024-02-02

Como Citar

RODRIGUES, M. H. A música e a harmonia das esferas no Renascimento: as contribuições do filósofo Marsilio Ficino. Sacrilegens , [S. l.], v. 20, n. 2, 2024. DOI: 10.34019/2237-6151.2023.v20.42323. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/42323. Acesso em: 16 jul. 2024.