Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião de Igara

Patrimônio Histórico, Turístico E Religioso

Autores

  • Julio Cesar Tavares Dias

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2023.v20.41430

Palavras-chave:

Religiosidade popular[; Turismo Religioso; Cosme e Damião; Igarassu; festa religiosa.

Resumo

A mais antiga igreja em funcionamento no território brasileiro, a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião de Igarassu foi erguida em 1535, por haverem os portugueses vencido os índios daquele local no dia 27 de setembro, data dedicada a este par de santos. A igreja recebe frequentes caravanas de turistas, muitos vindo de Recife visitam-na quando estão indo às praias de Coroa do Avião ou à Ilha de Itamaracá; outros, vindo de João Pessoa, visitam-na quando se dirigindo em passeio à cidade de Olinda. Além de encarar esta igreja como patrimônio histórico e turístico é necessário vê-la como espaço no qual e ao redor do qual se manifesta uma devoção antiga no Brasil, mas bastante viva: a devoção aos santos gêmeos Cosme e Damião, tidos como taumaturgos, protetores das crianças e padroeiros de Igarassu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julio Cesar Tavares Dias

Doutor em Ciência da Religião pela UFJF.

Mestre em Ciências da Religião pela UNICAP.

Bacharel em Filosofia pela UFPE

Licenciado em Letras pela UPE

Referências

AZZI, Riolando. Catolicismo Popular e Autoridade Eclesiástica na Evolução Histórica do Brasil. Religião e Sociedade. n° 1, Rio de Janeiro: ISER, 1977. p. 125-149.

BASACCHI, Mario. São Cosme e São Damião: biografia e novena. São Paulo: Paulinas, 2003.

BASTIDE, Roger. O Candomblé da Bahia: rito nagô. Tradução de Maria Isaura Pereira de Queiroz. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

BIBLIOTECA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE IGARASSU. Igarassu: informações municipais. Igarassu: Prefeitura de Igarassu, 2011.

CARVALHO, Augusto da Silva. O Culto de Cosme e Damião em Portugal e no Brasil. História das Sociedades Médicas Portuguesas. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1928.

FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 23ª ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1984.

FREYRE, Gilberto. Duas presenças simultâneas no mundo moderno: a do açúcar e a do Brasil. Brasil Açucareiro. Rio de Janeiro, n. 40, v. 2, p. 10-18, ago. 1972.

GUERRA, Flávio. História de Pernambuco. 3ª ed. Recife: Raiz, 1984.

HOORNAERT, Eduardo. Formação do Catolicismo brasileiro 1500-1800. Petrópolis: Vozes, 1978.

LEMOS, Carlos. O Que é Patrimônio Histórico. São Paulo: Brasiliense, 2000. (Coleção Primeiros Passos).

MENEZES, José Luiz da Mota. Igreja dos Santos Cosme e Damião em Igaraçu. CLIO. Série Arqueológica. Ano 5, n. 10, Recife: UFPE, 1994. p. 61-79.

MOTT, Luiz. Santos e Santas no Brasil Colonial. Fortaleza: Fundação Waldemar Alcântara, 1994.

PEREIRA, Mabel Salgado. As Muitas Faces das Devoções: virtualidade, consumo, estética e diversão. Fragmentos de Cultura, Goiânia, v. 16, n. 3/4, mar/abr 2006. p. 271-288. Disponível em: <http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/fragmentos/article/view/50/47>. Acesso em: 10/04/2014.

PEREIRA DA COSTA, F. A. Anais Pernambucanos. Recife: Arquivo Público Estadual, 1952. Vol. 1.

PREFEITURA DE IGARASSU. Igarassu: Refletindo Sobre o Patrimônio Cultural. Igarassu: Prefeitura de Igarassu, 2010.

RIBEIRO, Rene. Significado sócio-cultural das cerimonias de Ibegi. Revista de Antropologia 5 (2): 129-44. 1957.

SECRETARIA DE TURISMO, CULTURA E ESPORTES DA PREFEITURA DE IGARASSU. Inventário do Potencial Turístico de Igarassu. Igarassu: Prefeitura de Igarassu, 2007.

SILVA, Leny de Amorim & ALHEIROS, Lúcia Helena Souza. Visão Histórica: Igarassu e Olinda. 1ª ed. Recife: Comoci, 1986.

STADEN, Hans. Duas Viagens ao Brasil: primeiros registros sobre o Brasil. Tradução de Angel Bojadsen. Porto Alegre: L&PM, 2009.

VÁRIOS AUTORES. Igarassu: proposições urbanológicas. Série Estudos Urbanológicos. Publicação nº 2 do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano da Faculdade de Arquitetura. Recife: UFPE, 1974.

Downloads

Publicado

2024-02-02

Como Citar

DIAS, J. C. T. Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião de Igara: Patrimônio Histórico, Turístico E Religioso. Sacrilegens , [S. l.], v. 20, n. 2, 2024. DOI: 10.34019/2237-6151.2023.v20.41430. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/41430. Acesso em: 23 fev. 2024.