Igreja Messiânica, Agricultura Natural e a salvação pela natureza

Autores

  • Milena Silva semed

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2021.v18.32681

Palavras-chave:

Agricultura Natural. Salvação. Consciência Ambiental

Resumo

O artigo visa fazer algumas reflexões acerca da concepção que a Igreja Messiânica possui sobre o tema natureza; a partir na análise do cerne doutrinal dos textos de Mokiti Okada, conhecido também por Meishu-Sama, intitulado Alicerces do Paraíso se tem a base teórica para a identificação da percepção religiosa sobre o método de cultivo denominado de Agricultura Natural junto à noção de salvação. Através do plantio e consumo de alimentos sem o uso de agrotóxicos, remetendo à ideia de purificação física e espiritual alcançada por meio do respeito às leis da natureza é possível estabelecer uma aproximação com Deus pela prática da Agricultura Natural; o conceito religioso para essa relação entre ser humano e natureza proporciona a discussão de novas perspectivas sobre consciência ambiental e ambiente religioso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BERGERON, Richard; BOUCHARD, Alain; PELLETIER, Pierre. A nova era em questão. São Paulo: Paullus, 1994.
BOFF, Leonardo. Saber cuidar. Ética do humano: compaixão pela terra. Petrópolis: Vozes, 2001.
______. A Opção Terra: a solução para a Terra não cai do céu. Rio de Janeiro: Record, 2009.
CARVALHO, Isabel Cristina Moura. “Paisagem historicidade e ambiente: as várias naturezas da natureza”. In Revista di studi Iberoamericani Confluenze. 2009. Vol. 1 nº31.
CENTRO DE PESQUISA MOKITI OKADA. Quem Somos. c2018. Disponível em < http://cpmo.org.br/home#quem-somos>. Acesso em 12 de set. de 2020.
CHAUI, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2000.
CLARKE, Peter B. Movimentos milenaristas japoneses e o papel do Brasil na construção do paraíso na Terra: a Igreja Messiânica Mundial (Sekai Kyusei Kyo). Ilha. Florianópolis. n.1, p.104 a 122, dezembro de 2000.
ELIADE, Mircea. O SAGRADO E O PROFANO. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
FACULDADE MESSIÂNICA. Nossa Missão. c2018. Disponível em < https://www.faculdademessianica.edu.br/institucional/>. Acesso em 24 de set. de 2020.
FIGUEIREDO, apud MAÇANEIRO, Marcial. Religiões, ecologia e sustentabilidade acesso em 15/10/2009 http://www.itesc.ecumenismo.com/bibliovirtual/artigos/Marcialprologo.htm
GONÇALVES, H.R. Igreja Messiânica Mundial e suas dissidências. Revista Eletrônica Nures, Edição Ano 4, Nº 9, Maio – Setembro, 2008. http://www.pucsp.br/revistanures/revista9/index.htm.
IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL DO BRASIL. Agricultura Natural. c2018. Disponível em < https://www.messianica.org.br/nossas-praticas/agricultura-natural>. Acesso em 13 ago. de 2020.
KORIN. Quem somos. c2018. Disponível em < https://www.korin.com.br/quem-somos/>. Acesso em 13 ago. de 2020.
MEISHU-SAMA. Alicerce do Paraiso - vol. Único. São Paulo: Fundação Mokiti Okada, 2008.
MEISHU-SAMA. Alicerce do Paraiso - vol 3. São Paulo: Fundação Mokiti Okada, 2008.
MEISHU-SAMA. Alicerce do Paraiso - vol. 4. São Paulo: Fundação Mokiti Okada, 2008.
MEISHU-SAMA. Alicerce do Paraiso - vol. 5. São Paulo: Fundação Mokiti Okada, 2008.
RIBEIRO, Maurício Andrés. Civilizações e Sustentabilidade. In: Revista JB Ecológico, Jornal do Brasil, ano 1, nº 4, junho de 2002, p. 32-33.
TERRIN, Aldo Natale. Antropologia e Horizontes do sagrado: cultura e religiões. São Paulo: Paulus, 2004.

Downloads

Publicado

2021-09-08

Como Citar

SILVA, M. Igreja Messiânica, Agricultura Natural e a salvação pela natureza. Sacrilegens , [S. l.], v. 18, n. 1, p. p. 162–177, 2021. DOI: 10.34019/2237-6151.2021.v18.32681. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/32681. Acesso em: 27 set. 2021.