Convergência temática entre psicologia e ciência da religião

o poder emblemático do sentido

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2020.v17.32165

Palavras-chave:

Psicologia; Fenômeno religião; Ciência da Religião.

Resumo

O estudo científico em religião é basicamente um esforço na direção do objeto religião, que tem traços e características observáveis tanto no campo fenomênico da experiência dos sujeitos quando no campo das representações e símbolos culturais. Semelhantemente tem-se a psicologia com seu objetivo principal de analisar direcionado ao chamados processos psicológicos ou comportamentais. Ao pensar nas inúmeras possibilidades de interação entre os objetos de ambas a ciências foi possível observar uma série de conflitos e tensões um tanto implícitas que tem separado estas áreas. Assim, o objetivo deste trabalho teórico é propor abertura de diálogo interdisciplinar onde serão destacadas as principais possibilidades conceituais de integração entre as áreas. Ao longo da exposição serão elaborados os principais conceitos que tocam tanto o objeto religioso quanto o da psicologia.

Biografia do Autor

Rízia Eduarda Andrade, Universidade Federal de Sergipe

Graduada em Psicologia, mestranda em Ciências da Religião pela Univerdade Federal de Sergipe.

Referências

FILORAMO, Giovanni & PRANDI, Carlos. Capítulo 5: As Escolas psicológicas clássicas. Capítulo 6: As Escolas psicológicas contemporâneas. In: As Ciências da religiões. Tradução João Maria de Almeida. São Paulo; Paulus, 1999.
FRANKL, Viktor. A presença ignorada de Deus. Tradução: Walter O. Schlupp e Helga H. Reinhold. 18 ed. rev. - São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2017.
FREUD, Sigmund. Totem e Tabu: algumas concordâncias entre a vida psíquica dos homens primitivos e a dos neuróticos. PEGUIM: Companhia das Letras, 1912 – 1913.
FREUD, Sigmund [1929]. O mal-estar na cultura. Tradução: Renato Zwich. 2 ed. – Porto Alegre, RS: L&PM, 2017.
JUNG, C. Gustav. [1937]. Psicologia e religião. Tradução Pe. Dom Mateus Ramalho Rocha, Petrópolis: Vozes, 1978.
JUNG, C. G. Chegando ao inconsciente. In: O homem e seus símbolos. Carl G. Jung [et al.]. tradução: Maria Lúcia Pinho. - 3. ed. especial. - Rio de Janeiro: Harper Collins Brasil, 2016.
LOPES, Marília Ancona. Psicologia e Religião: recursos para a construção do conhecimento. Rev. Estudos de Psicologia, PUC – Campinas, v. 19, n. 2, p. 78-85, 2002. In: https://doi.org/10.1590/S0103-166X2002000200005.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

ANDRADE, R. E. Convergência temática entre psicologia e ciência da religião: o poder emblemático do sentido . Sacrilegens , [S. l.], v. 17, n. 2, p. 224–246, 2020. DOI: 10.34019/2237-6151.2020.v17.32165. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/32165. Acesso em: 16 abr. 2021.