Convergência temática entre psicologia e ciência da religião

o poder emblemático do sentido

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2020.v17.32165

Palavras-chave:

Psicologia; Fenômeno religião; Ciência da Religião.

Resumo

O estudo científico em religião é basicamente um esforço na direção do objeto religião, que tem traços e características observáveis tanto no campo fenomênico da experiência dos sujeitos quando no campo das representações e símbolos culturais. Semelhantemente tem-se a psicologia com seu objetivo principal de analisar direcionado ao chamados processos psicológicos ou comportamentais. Ao pensar nas inúmeras possibilidades de interação entre os objetos de ambas a ciências foi possível observar uma série de conflitos e tensões um tanto implícitas que tem separado estas áreas. Assim, o objetivo deste trabalho teórico é propor abertura de diálogo interdisciplinar onde serão destacadas as principais possibilidades conceituais de integração entre as áreas. Ao longo da exposição serão elaborados os principais conceitos que tocam tanto o objeto religioso quanto o da psicologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rízia Eduarda Andrade, Universidade Federal de Sergipe

Graduada em Psicologia, mestranda em Ciências da Religião pela Univerdade Federal de Sergipe.

Referências

FILORAMO, Giovanni & PRANDI, Carlos. Capítulo 5: As Escolas psicológicas clássicas. Capítulo 6: As Escolas psicológicas contemporâneas. In: As Ciências da religiões. Tradução João Maria de Almeida. São Paulo; Paulus, 1999.
FRANKL, Viktor. A presença ignorada de Deus. Tradução: Walter O. Schlupp e Helga H. Reinhold. 18 ed. rev. - São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2017.
FREUD, Sigmund. Totem e Tabu: algumas concordâncias entre a vida psíquica dos homens primitivos e a dos neuróticos. PEGUIM: Companhia das Letras, 1912 – 1913.
FREUD, Sigmund [1929]. O mal-estar na cultura. Tradução: Renato Zwich. 2 ed. – Porto Alegre, RS: L&PM, 2017.
JUNG, C. Gustav. [1937]. Psicologia e religião. Tradução Pe. Dom Mateus Ramalho Rocha, Petrópolis: Vozes, 1978.
JUNG, C. G. Chegando ao inconsciente. In: O homem e seus símbolos. Carl G. Jung [et al.]. tradução: Maria Lúcia Pinho. - 3. ed. especial. - Rio de Janeiro: Harper Collins Brasil, 2016.
LOPES, Marília Ancona. Psicologia e Religião: recursos para a construção do conhecimento. Rev. Estudos de Psicologia, PUC – Campinas, v. 19, n. 2, p. 78-85, 2002. In: https://doi.org/10.1590/S0103-166X2002000200005.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

ANDRADE, R. E. Convergência temática entre psicologia e ciência da religião: o poder emblemático do sentido . Sacrilegens , [S. l.], v. 17, n. 2, p. 224–246, 2020. DOI: 10.34019/2237-6151.2020.v17.32165. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/32165. Acesso em: 25 jul. 2021.