O papel das freiras nos padrões de elegância feminina brasileira na década de 1950

  • Sergio Blain Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Palavras-chave: Ensino confessional, elegância, brasilidade

Resumo

Este estudo buscou elementos informativos sobre a moda e a elegância feminina brasileira. Atingindo seu apogeu na década de 1950, esses padrões de elegância foram influenciados por colégios de freiras francesas, que se instalaram no Brasil, em quantidade crescente, no fim do século XIX e início do século XX. Estas instituições confessionais encontraram na Terra de Santa Cruz a seara propícia para desenvolver seu método de ensino baseado na figura da "Mãe de Deus", principalmente após a grande feminização religiosa observada na Igreja durante o século XIX.

Referências

ABREU, Dener Pamplona de. Dener – O Luxo. Rio de Janeiro: Editora Laudes, 1972. 2° ed.
ALBINO DE ASSUNÇÃO, Rudy, Bento XVI, A Igreja Católica e o “Espírioto da Modernidade”. Uma análise da visão do Papa teólogo sobre o “mundo de hoje”. São Paulo: Paulus, 2018.
ALENCAR, José Mariano de. O tronco de Ipê. São Paulo: Edição Saraiva, 1951.
ALMEIDA, Manoel Antonio. Memórias de um Sargento de Milícias. São Paulo: Editora Cultrix, 1970.
CAMARGOS, Marcia. Vila Kyrial: crônica da Belle Époque paulistana. São Paulo: Editora Senac, 2001.
CARVALHO, Marcelino de. Guia de Boas Maneiras. São Paulo: Companhia Editora Nacional. 1962, 2° ed.
COLOMBO, Maria Alzira da Cruz. Sion – da Belle Époque aos nossos dias. São Paulo: Colégio Nossa Senhora de Sion, 2013. 1° ed. ISNB 978-85-66544-00-8
Dietrich, Marlene. ABC de Marlene Dietrich, Revelações, opiniões, fantasias e as receitas preferidas do mais famoso mito do cinema de todos os tempos. Rio de Janeiro: Editora Marco Zero, 1985.
DIOR, Christian, O pequeno dicionário de moda. Tradução de Luciana Garcia. São Paulo: Martins Editora Livraria, 2009.
DOMEZI, Maria Cecília, Mulheres do Vaticano II. São Paulo: Paulus, 2016.
HOORNAERT, Eduardo. O Cristianismo Moreno no Brasil. Petrópolis, RJ: Vozes, 1990.
JUIN, Hubert, (Texto). La Parisienne: Les élégantes, les célébbrités et les petites femmes. Paris, Fr: André Barret, éditeur, 1978.
KIBILIOVA, Ludmila; HERBENOVÁ, Olga; LAMAROVÁ, Milena. Encyclopédie illustrée du Costume et de la Mode. Paris. Fr: Grund, 1976.
LEONARDI, Paula. Vestígios de um lugar próprio: religiosas francesas no Brasil. São Paulo: REVER Revista de Estudos da Religião, Paulinas, PUC-SP. n° 01. Jan/jun. 2011.
LIBANIO, João Batista. Concílio Vaticano II Em busca de uma primeira compreensão. São Paulo: Edições Loyola, 2005.
MARCONDES DE MOURA, Carlos Eugênio. (org.). Vida Cotidiana em São Paulo no Século XIX: memórias, depoimentos, evocações. São Paulo: Ateliê Editorial: fundação Editora da Unesp: Imprensa Oficial do Estado; Secretaria de Estado da Cultura, 1998.
MULHERES IMORTAIS. São Paulo: CIA. Melhoramentos de São Paulo. 1973 (Encyclopaedia Britannica do Brasil) Vol.
P. Constant, Um monde à l’usage des Demoiselles, p. 37 In, XAVIER de BRITO, Angela. Exame de consciência, sentimento de culpa e formação de um habitus feminino. São Paulo: Paulinas, PUC-SP. REVER revista de Estudos da Religião. Ano 11, n° 1, jan/jun. 2011.
PENTEADO, Yolanda. Tudo em cor-de-rosa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1975.
RODRIGUES, José Honório. Independência: Revolução e Contra-revolução. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, vol. 2, 1975.
SAPATERRA, Ana Paula. Colégios católicos femininos: A educação no Colégio Nossa Senhora do Patrocínio. VERBUM- Cadernos de Pós-Graduação, n° 1. 2012.
SANT’ANNA, Mara Rúbia. Elegância Beleza e Poder na sociedade de moda dos anos 50 e 60. São Paulo: Estação das Letras e Cores Editora. 2014.
SEIXAS, Cristina. Casa Canadá – a questão da cópia e da interpretação na produção de moda na década de 1950. Rio de Janeiro: Cassará Editora, 2015.
SELBIE, Rbert. 2000 ans d’Histoire em 1000 costumes (Texte français de Béatrice de Boisanger). France: Les Editions La Boétie. 1978.
SILVEIRA, Helena. Mulheres Frequentemente. São Paulo: Livraria Martins Fontes Editora S.A. 1953.
TEIXEIRA LEITE, José Roberto. Pintura Moderna Brasileira. Rio de Janeiro: Editora Record, 1978.
UM SIÈCLE DE COUTURE PARISIENNE. Paris: Conception et realization: Editions Leonard: Paris, Fr: Documents aimablement prêtés par L’Union Française des Arts du Costume. 1976.
XAVIER de BRITO, Angela. Exame de consciência, sentimento de culpa, e formação de um habitus feminino. Rever- Revista de estudos da religião. São Paulo: Paulinas, PUC-SP. Ano 11, jan/jun. 2011.
VEIGA, Carmem Mayrink. ABC de Carmem. Estilo, culinária, receitas pessoais e a arte de receber. São Paulo: Editora Globo S.A. 1997. 2° ed.
11/2018.
Publicado
2020-07-31
Como Citar
BLAIN, S. O papel das freiras nos padrões de elegância feminina brasileira na década de 1950. Sacrilegens , v. 17, n. 1, p. 173-194, 31 jul. 2020.