À procura de sentido e segurança: a religiosidade como refúgio no contexto de crise da ordem da governamentabilidade neoliberal

Autores

  • Douglas Alessandro Souza Santos

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2018.v15.27064

Palavras-chave:

Governamentabilidade, Neoliberalismo, Religião, Religiosidades

Resumo

Não é de hoje que vários cientistas sociais e da religião têm apontado para a relevância do
sentimento religioso mesmo em contextos em que os processos de secularização ditaram
novos moldes de organização e feição social. Nesse sentido, ainda que em significativas
mudanças, há quem explique a pertinência do religioso a partir de uma de suas idiossincrasias
fundantes: sua predisposição para o oferecimento de respostas e significados aos problemas
mais afligentes. Fundado nessa afirmação, o presente artigo buscará relacionar o
reflorescimento de determinadas experiências religiosas às consequências da crise da ordem
da governamentabilidade neoliberal. Assim, proporá que a produção de indivíduos
desorientados nesse contexto encontra nexos causais com a recorrência de sentimentos
anímicos, orientadores no mundo contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARENARI, Brand; SOUZA, Jessé. Os batalhadores brasileiros: nova classe média ou
nova classe trabalhadora? Belo Horizonte (MG): Editora UFMG, 2010.
BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro (RJ): Editora Zahar, 2001.
BECK, Ulrich. O Deus de cada um: a capacidade das religiões de promover a paz e o seu
potencial de violência. Rio de Janeiro (RJ): Tempo Brasileiro, 2016.
BROWN, Wendy. Les habits neufs de la politique mondiale. Néolibéralisme et néoconservatisme. Paris (FR): Les Prairies Ordinaires, 2007.
______. Edgework: Critical essays on knowledge and politics. Princeton (USA):
University Press, 2009.
______.Undoing the demos: Neoliberalism's stealth revolution. Cambridge (UK): Mit
Press, 2015.
______. Walled states, waning sovereignty. Cambridge (UK): Mit Press, 2017.
DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo. São Paulo (SP): Boitempo
Editorial, 2016.
DREYFUS, Hubert L.; RABINOW, Paul. Michel Foucault. Uma trajetória filosófica. São
Paulo (SP): Forense Universitária, 1995.
EHRENBERG, Alain. La fatigue d'être soi: dépression et société. Paris (FR): Odile Jacob,
2008.
FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: curso dado no Collége de France (1978-
1979). São Paulo (SP): Martins Fontes, 2008a.
______. Segurança, território e população. São Paulo (SP): Martins Fontes, 2008b.
GALLINO, L. Globalizzazione e disuguaglianze. Bari (IT): Laterza, 2000.
LAZZARATO, Maurizio. Signos, máquinas e subjetividades. São Paulo (SP): Edições Sesc,
2014.
LIPCOVICH, Pedro. "Atualmente vigora um capitalismo social e do desejo". Entrevista com
Maurizio Lazzarato. Instituto Humanitas Unisinos, 2011. Disponível em:
<http://www.ihu.unisinos.br/noticias/39543-atualmente-vigora-um-capitalismo-social-e-dodesejo-entrevista-com-maurizio-lazzarato>. Acesso em: 24 mai. 2018.
LIPOVETSKY, Gilles; CHARLES, Sébastien. Os tempos hipermodernos. São Paulo (SP):
Barcarolla, 2004.
PIERUCCI, Antônio Flávio. "Bye bye, Brasil": o declínio das religiões tradicionais no Censo
2000. Estudos avançados, v. 18, n. 52, p. 17-28, 2004.
ROMEIRO, Paulo Rodrigues. Esperanças e decepções: uma análise crítica da prática
pastoral do neo-pentecostalismo na igreja internacional da graça de Deus, sob a
perspectiva da práxis religiosa. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) – Faculdade de
Filosofia e Ciências da Religião. Universidade Metodista de São Paulo. São Bernardo do
Campo (SP), p. 311, 2004.
SANTOS, Douglas Alessandro Souza. “Não-determinados”? A pulverização evangélica e o
problema metodológico do censo brasileiro. Diversidade Religiosa. v. 8, n. 1, 2018. No
prelo.
SIMMEL, Georg. A metrópole e a vida mental. In: VELHO, Otávio G. O fenômeno urbano.
Rio de Janeiro (RJ): Zahar, 1976.
______. A divisão do trabalho como causa da diferenciação da cultura subjetiva e objetiva. In:
SOUZA, Jessé; OELZE, Berthold (Orgs.). Simmel e a modernidade. Brasília (DF): Editora
da UNB, 2005a.
______. O dinheiro na cultura moderna. In: SOUZA, Jessé; OELZE, Berthold (Orgs.).
Simmel e a modernidade. Brasília (DF): Editora da UNB, 2005b.
VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a educação. Belo Horizonte (MG): Autêntica, 2007.

Downloads

Como Citar

SOUZA SANTOS, D. A. . À procura de sentido e segurança: a religiosidade como refúgio no contexto de crise da ordem da governamentabilidade neoliberal. Sacrilegens , [S. l.], v. 15, n. 1, 2018. DOI: 10.34019/2237-6151.2018.v15.27064. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/27064. Acesso em: 25 maio. 2024.