Religião enquanto sentimento na obra inicial de Schleiermacher

Autores

  • Pedro Cortat

DOI:

https://doi.org/10.34019/2237-6151.2018.v15.27063

Palavras-chave:

Religião, Schleiermacher, Sentimento

Resumo

É a intenção deste trabalho apresentar, em caráter introdutório, a contribuição de
Schleiermacher para o tema da religião no escopo comparativo da filosofia clássica Alemã.
Especificamente, neste texto, de sua crítica e resposta a teologia moral de Kant. Isto é, sua
redução da religião a um desdobramento da moral. Restringindo nossa análise aos conceitos e
comentários do texto Sobre Religião: Discursos a Seus Menosprezadores Eruditos, essa
resposta será formulada na apresentação da religião como intuição e sentimento do Universo.
Ou seja, um caráter contemplativo, em vez de moral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADAMS, R. M. Faith and Religious Knowledge. In: MARIÑA, Jacqueline. (Ed.). The
Cambridge Companion to Friedrich Schleiermacher. New York: Cambridge, University Press,
2005.
DREHER, L. H. Dependência e Liberdade: Schleiermacher, Schelling e os Modos da Relação
com o Absoluto In: Numen: revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, v. 7, n. 2,
2004, p. 59-77.
_____. O Método Teológico de Friedrich Schleiermacher (Série Teses e Dissertações, n.6),
São Leopoldo: IEPG/Editora Sinodal, 1995, onde, como apêndices, encontram-se traduzidos o
"Primeiro Discurso: Apologia" das Reden über die Religion (ibid., p. 87-101).
_____. Subjetividade, Religiosidade e interesse filosófico: aportes perenes da obra de
Friedrich D. E. Schleiermacher, In: Revista Ética e Filosofia Política, Número XIX – Volume
I – Junho de 2016. Disponível em: <www.ufjf.br/eticaefilosofia>.
FABERO, J. M. ¿Es posible la filosofía de la religión en la época moderna a través del
pensamiento de Kant y Schleiermacher? In: Daimon. Revista Internacional de Filosofía, nº 69,
2016, 55-72. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.6018/daimon/218321>.
IZUZQUIZA, I. Armonía y razón: La filosofía de Fricdrich D. E. Schleiermacher. Zaragoza:
Prensas Universitarias de Zaragoza, 1998.
KANT, I. A religião nos limites da simples razão. Lisboa: Edições 70, 2008.
_____. Crítica da razão prática. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
MARINA, J. Schleiermacher, Realism, and Epistemic Modesty. In: Brent Sockness &
Wilhelm Gräb (eds.), Schleiermacher, the Study of Religion, and the Future of Theology. de
Gruyter (2010)
OLIVEIRA, at al. O primado da experiência e a intencionalidade da consciência: Friedrich
Schleiermacher e a fenomenologia da religião. In: Sacrilegens, Juiz de Fora, v.7, n.1, p.18-32,
2010. Disponível em: <http://www.ufjf.br/sacrilegens/files/2011/02/7-3.pdf>.
OLIVEIRA, D. S. de. A consciência originária do infinito e sua manifestação na história
segundo Schleiermacher, In: PLURA, Revista de Estudos de Religião, vol. 2, no 2, 2011, p.
140-165.
_____. Filosofia da Religião e Ciência da Religião: breves incursões em diálogo com
Schleiermacher. Horizonte, Belo Horizonte, v. 14, n. 44, p. 1565-1588, 2016.
_____. O conceito de espiritualidade a partir de uma abordagem filosófica da subjetividade.
In: Dossiê Espiritualidade no Mundo Moderno, Revista Brasileira de Filosofia da Religião -
V.3 N.1, Brasília, 2016b.
_____. Sentimento e autoconsciência imediata na filosofia da religião de Schleiermacher.
Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz
de Fora, 2011b.
PANNENBERG, W. Filosofia e Teologia: tensões e convergências de uma busca comum.
São Paulo: Paulinas, 2008, p. 221.
SCHLEIERMACHER, F. D. E. Discursos a Seus Menosprezadores Eruditos, de Friedrich
Daniel Ernst Schleiermacher. Trad. Daniel Costa. São Paulo: Novo Século, 2000.
_____, F. D. E. Über die Religion: Reden an die Gebildeten unter ihren Verächtern. Hamburg:
Verlag von Felix Meiner, 1970.

Downloads

Como Citar

CORTAT, P. Religião enquanto sentimento na obra inicial de Schleiermacher . Sacrilegens , [S. l.], v. 15, n. 1, 2018. DOI: 10.34019/2237-6151.2018.v15.27063. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/27063. Acesso em: 13 abr. 2024.