Catolicismo(s) ontem, hoje e sempre...? Interfaces com o tempo, sociedade e cultura

  • Rosiléa Archanjo de Almeida
  • Alfredo César da Veiga
  • Ana Lúcia de Araújo Portes
  • Nilmar de Sousa Carvalho
  • Luiz Fernando Mangea da Silva
  • Thiago Rodrigues Tavares
  • Artur Costa Lopes
  • Fernando Lacerda Simões Duarte
  • Mara Bontempo Reis
  • Marcia Regina de Oliveira Lupion
Palavras-chave: Teologia Católica, Unidade e pluralidade, Expressões do catolicismo nas sociedades

Resumo

O GT compreende que o catolicismo é uma expressão da religião cristã em forma plural, e que assim tem se manifestado historicamente; entrementes, a Igreja Católica também reivindica a unidade da fé e doutrina, ainda que sob formas plurais de realização de tal intento. Eis o paradoxo (ou não): uma expressão religiosa que vive na/da dialética unidade-diversidade, instituição-carisma, normatividade-liberdade. A partir de tais pressupostos, este grupo de trabalho objetiva unir pesquisadores interessados em discutir as diversas temáticas relacionadas à Igreja Católica ao longo da história, particularmente aquelas que manifestam as tensões inerentes à complexidade da dialética unidade-diversidade, em suas muitas expressões e interfaces. Concretamente o GT propõe, entre outros, os seguintes segmentos temáticos: História do Catolicismo: Catolicismo Romano, Organização e Hierarquia Eclesiástica; Catolicismo Popular; Teologias da História: concepções teológicas acerca do tempo em grupos milenaristas, ultramontanos, integristas, tradicionalistas e neoconservadores; Relações da Igreja com a política, artes, teologias dissidentes e movimentos sociais católicos

Referências

ÁLBUM Juiz de Fora em 2 Tempos. Juiz de Fora, Esdeva Empresa Gráfica, s.d.
ARQUIDIOCESE de Juiz de Fora. Disponível em:
. Acesso em: 10 de Out. 2018.
ARQUIDOCESE de Juiz de Fora. Juiz de Fora: nossa História é de fé, nossa igreja tem
arte. Dos Primórdios ao Jubileu áureo da Arquidiocese. Juiz de Fora, 2011.
ASAD, Talal. A construção da religião como uma categoria antropológica. Cadernos de
Campo, São Paulo, n. 19, p. 1-384, 2010. Disponível em:
. Acesso em 09
Out. 2018.
AZZI, Riolando. Sob o Báculo Episcopal: A Igreja católica em Juiz de Fora (1850-1950).
Juiz de Fora, Centro da Memória da Igreja de Juiz de Fora, 2000.
BASTOS, Wilson de L. Badalo do Sino. Juiz de Fora: Ed. Paraibuna, 1987.
CASALI, Alípio. Elite intelectual e restauração da Igreja. Petrópolis, Rio de Janeiro, Ed,
Vozes, 1995.
HALL, Stuart. Identidades culturais na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A,
1997.
HUFF JÚNIOR, Arnaldo Érico; PORTELLA, Rodrigo. Ciência da Religião: uma proposta
a caminho para consensos mínimos. Numen: Revista de Estudos e Pesquisa da Religião,
Juiz de Fora, v. 15, n. 2, p. 433-456. Disponível em:
. Acesso em: 10 Out.
2018.
LINS, Flávio; BRANDÃO, Cristina. Cariocas do Brejo entrando no ar: o rádio e a
televisão na construção da identidade juiz-forana (1940-1960). Juiz de Fora: UFJF, 2012.
O LAMPADÁRIO, Ano XXVIII, nº 1457, 19 de agosto de 1954, p. 03.
OLIVEIRA, F. Max de. Sinais da Igreja no Juiz de Fora. Juiz de Fora: Esdeva, 1978 Vol II.
PEREIRA, Mabel Salgado. Romanização e Reforma Católica Ultramontana da Igreja de
Juiz de Fora: projeto e limites (1890-1924). Disponível em:
. Acesso em 10 Out. 2018.
RODRIGUES, Elisa. As Ciências Sociais da Religião como Ciências da Interpretação.
Estudos de Religião, São Bernardo do Campo, v. 28, n. 1, 2014, p. 186-203. Disponível em:
.
Acesso em: 10 Out. 2014.
SILVA, Maíra Carvalho Carneiro. Lugar de trabalhador é na área de serviço. Moradia
popular em Juiz de Fora (1892-1930). Disponível em:
. Acesso
em: 13 Set. 2015.
WACH, Joaquim. Sociologia da Religião. São Paulo: Paulinas, 1990, p. 11-72.
YAZBECK, Lola. As origens da Universidade de juiz de Fora. Juiz de Fora: Editora UFJF,
1999.
ARGAN, Giulio Carlo. Imagem e persuasão. São Paulo: Companhia das Letras, 2004
BOFF, Leonardo. Igreja: Carisma e poder. Petrópolis: Vozes, 1981
CASALDÁLIGA, Pedro. Cartas marcadas. São Paulo: Paulus, 2005
CORNWELL, John. A face oculta do pontificado de João Paulo II. Rio de Janeiro: Imago,
2005
DONADEO, Maria. Ícones de Cristo e dos santos. São Paulo: Paulinas, 1997
IULIANELLI, Jorge Atílio Silva. Pastoral neoconservadora ma non troppo: RCC e Cebs.
REB. Petrópolis: Vozes, n. 225, p. 5-38, Março 2005
LIPOVETSKY, Gilles. Os tempos hipermodernos. São Paulo: Barcarolla, 2004
PASTRO, Cláudio. Arte sacra: O espaço sagrado hoje. São Paulo: Loyola, 1993
TERRIN, Aldo. Antropologia e horizontes do sagrado. São Paulo: Paulus, 2004
VÁZQUEZ, Manuel. The Brazilian Popular Church and the crisis of Modernity. Cambridge,
UK: Cambridge University Press, 1998
VEJA. Outro pito de Roma. São Paulo, ano 21, n.43, p. 108-109, 26 outubro 1988. Edição
1051
ZABALA, Santiago. Uma religião sem teístas e ateístas. In: RORTY, Richard; VATTIMO,
Gianni. O futuro da religião: solidariedade, caridade, ironia. Rio de Janeiro: Relume Dubará,
2006
ALIER, Joan Martínez. O Ecologismo dos Pobres. São Paulo: Contexto, 2007.
BOFF, Leonardo. A encíclica do Papa Francisco, por Boff: “Esperança e confiança no ser
humano”, Estadão, 22 de junho de 2015.
BOFF, Leonardo. Cuidar da Terra, proteger a vida. Rio de Janeiro: Record, 2010.
__________Direitos do coração: como reverdecer o deserto. São Paulo: Paulus, 2015.
__________ Ecologia- Grito da terra, grito dos pobres. 3a ed São Paulo: Ática, 1995.
___________Ecologia, mundialização e espiritualidade. 2a ed Rio de Janeiro: Record, 2008.
__________Ethos mundial – consenso mínimo entre os humanos. Rio de Janeiro: Sextante,
2001.
__________Ética da vida. Rio de Janeiro: Record, 2009.
___________Ética e ecoespiritualidade. Petrópolis: Vozes, 2011.
__________O Tao da Libertação. 2 a ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
___________O destino do homem e do mundo. 12a ed. Petrópolis: Vozes, 2012.
__________.O cuidado necessário: Na vida, na saúde, na educação, na ecologia, na ética e na
espiritualidade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
__________O evangelho do Cristo Cósmico. Rio de Janeiro: Record, 2008.
__________ Princípio Terra – a volta à Terra como pátria comum. São Paulo: Ática, 1995.
__________Opção Terra. Rio de Janeiro: Record, 2009.
__________Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela terra. 20 a ed. Petrópolis, RJ:
Vozes, 2014.
__________Virtudes para um outro mundo possível, vol. I: hospitalidade: direito e dever de
todos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.
__________Virtudes para um outro mundo possível, vol. II: convivência, respeito e
tolerância. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.
__________Virtudes para um outro mundo possível, vol. III: comere beber juntos e viver em
paz. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.
CHARDIN, Pierre Theilard. O fenômeno humano. Coleção Filosofia e Religião. Livraria
Tavares Martins: Porto, 1970
Carta da Terra, Rio de Janeiro, 1992.
FRANCISCO, Papa. Laudato Si` - Louvado sejas – sobre o cuidado da casa comumDocumentos do Maagistério. Paulus: São Paulo, 2015.
GIRAUD, Gaël; ORLIANGE, Philippe. Laudato Si’ e os Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável: uma convergência? Agence Française de Développment (AFD) Paris, França
Tradução: Vanise Dresch. Instituto Humanitas Unisinos, ano XIII, número 117, vol. 13, 2016.
Jornal da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Testemunho de Fé, ‘Laudato Si e as Grandes
Cidades’: um debate sobre o futuro da Casa Comum. Rio de Janeiro: 23-29 de Julho 2017.
KERBER, Guillermo. O Ecológico e a Teologia Latino-Americana. Porto Alegre: Sulina,
2006.
LIPOVETSKY, Gilles. A era do vazio: ensaios sobre o individualismo contemporâneo.
Barueri: Manole, 2005.
MURAD, Afonso. Ecoteologia: um mosaico, São Paulo: Paulus, 2016.
MURAD, Afonso; TAVARES, Sinivaldo Silva (orgs.). Cuidar da casa comum: chaves de
leituras teológicas e pastorais da Laudato Si. São Paulo: Paulinas, 2016.
PAULA, Deborah Terezinha de. Entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line em 27 de
Junho 2015.
PASSOS, João Décio (orgs.). Diálogos no interior da casa comum: recepções
interdisciplinares sobre a encíclica Laudato Si. São Paulo: Paulus, 2016.
RIBEIRO, Allan e SOMENSARI, André. Jornal Santuário, em Notícias: Campanha da
Fraternidade reforça o cuidado com a casa comum. Brasília, 24 de fev 2017.
SUESS, Paulo. Dicionário da Laudato Si. São Paulo: Paulus, 2017.
TAVARES, S. Sinivaldo; A transparência divina na trama da criação. Rev. Pistis Prax. Teol.
Pastor., Curitiba, v. 1, n. 2, p. 339-354, jul./dez. 2009.
A IGREJA E A REFORMA AGRÁRIA. Conclusões Gerais da II Assembleia Ordinária da
CNBB. In CNBB, Pastoral da Terra, Ed. Paulinas, (Estudos da CNBB 11), São Paulo, 1976.
ENGELKE, Dom Inocêncio. Conosco, Sem Nós ou Contra Nós se Fará a Reforma Rural.
(MG 10/09/1950) In: Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB. Pastoral da Terra
(Estudos da CNBB 11. Antologia de Documentos e Pronunciamentos Pastorais). São Paulo:
Edições Paulinas, 1977, p. 43-53.
LEÃO XIII. Rerum Novarum: sobre a condição dos operários. Disponível em:
http://w2.vatican.va/content/leoxiii/pt/encyclicals/documents/hf_lxiii_enc_15051891_rerumnovarum.html. Acesso em 28 de set. 2018.
MENSAGEM DA COMISSÃO CENTRAL DA CNBB. In; CNBB, pastoral da Terra, Ed.
paulinas. (Estudos da CNBB 11). São Paulo, 1976.
PROPOSTA DE REFORMA AGRÁRIA DA BANCADA DO PCB NA CONSTITUINTE
DE 1946: In STEDILE, João Pedro (org.) e ESTEVAM, Douglas (assistente de pesquisa). A
Questão Agrária no Brasil: O Debate na Esquerda: 1946-2003. Expressão Popular, 2012. p.
12.
A IGREJA E A REFORMA AGRÁRIA. Conclusões Gerais da II Assembleia Ordinária da
CNBB. In CNBB, Pastoral da Terra, Ed. Paulinas, (Estudos da CNBB 11), São Paulo, 1976.
ANTONCICH, Ricardo & SANS, José M. Munarriz. Ensino social da Igreja: a Igreja,
Sacramento de Libertação. 3ª Edição, Vozes: Petrópolis/RJ, 1992.
BALTHAZAR, Pedro Henrique Barbosa. Sindicalização Rural no Governo de João Goulart
(1961-1964): As Discussões Historiográficas Acerca do Campo Brasileiro. In: Anais do XVI
Encontro Regional de História da ANPUH-RIO: Saberes e Práticas Científicas. 28 de julho a
1º de agosto de 2014. p. 1-11.
CARVALHO, Abdias Vilar de. A Igreja Católica e a Questão Agrária. In: PAIVA, Vanilda
(Org). Igreja e Questão Agrária. São Paulo; Edições Loyola. 1983. p. 68-103.
DELGADO, Lucília de Almeida Neves. Trabalhismo, Nacionalismo e Desenvolvimentismo:
um projeto para o Brasil (1945-1964). In: FERREIRA, Jorge (org.). O Populismo e sua
História: Debate e Crítica. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p. 167-203.
LIMA, Luiz Gonzaga de Souza. Evolução política dos católicos e da Igreja no Brasil:
hipótese para uma interpretação. Petrópolis RJ: Vozes, 1979.
MAYER, Castro, SIGAUD, Proença, OLIVEIRA, Plínio. Reforma agrária, problema de
consciência. Disponível em http://www.pliniocorreadeoliveira.info/livros/1960%20-
%20ReformaAgrariaQuestConci%C3%AAncia.pdf. Acesso em 18 de abr. de 2018.
MARTINS, José de Souza. Reforma Agrária: O Impossível Diálogo. São Paulo: Editora da
Universidade de São Paulo, 2004.
______________________. Caminhando no Chão da Noite: Emancipação Política e
Libertação Social do Campo. São Paulo: Hucitec. 1989.
______________________. A Militarização da Questão Agrária no Brasil, (Terra e Poder:
O Problema da Terra na Crise Política). Petrópolis: Vozes, 1984.
MATOS, Henrique Cristiano José. Nossa história: 500 anos de presença da Igreja Católica
no Brasil. 2ª edição, São Paulo: Paulinas, 2011.
MICELI, Sérgio. A elite eclesiástica brasileira. São Paulo: Companhia das letras, 2009.
MORAIS, Clodomir Santos de. História das ligas camponesas do brasil. In STEDILE, João
Pedro (org.) e ESTEVAM, Douglas (assistente de pesquisa). A questão agrária no Brasil: O
debate na esquerda: 1954-1964. Expressão Popular, 2012. p. 21-70.
NATIVIDADE, Melissa de Miranda. A Questão Agrária no Brasil no Governo João Goulart:
uma Arena de Luta de Classe e Intraclasse (1961-1964). In: Anais do XXVI Simpósio
Nacional de História – ANPUH. São Paulo, julho 2011. p. 1-16.
OLIVEIRA, Alexandre Luís de. Dom Sebastião Leme e as estratégias de atuação do
catolicismo nos anos 1930.In: Faces de Clio, Revista discente do programa de pós-graduação
em História – UFJF. Vol. 2 | N. 4 | Jul./Dez. 2016. p. 88 -98.
PORPHIRIO, Max Fellipe Cesário. O Nordeste e o Campo Brasileiro, 1961. In: XXVIII
Simpósio Nacional de História - Lugares dos Historiadores: Velhos e Novos Desafios, 27 a 31
de julho de 2015, Florianópolis/SC. p. 1-18.
RODRIGUES, Leôncio Martins. O PCB: Os dirigentes e a organização: In. FAUSTO, Boris.
O Brasil Republicano: Sociedade e política (1930-1964). São Paulo: Difel, 1983.
SCHERER, Dom Vicente. Nossos problemas agrários e rurais. In: R.E.B., v. 22, fascículo 01,
mar.1962, p. 234-236. Biblioteca Nacional (BN), cód. 2-136, 01,03.
SCHERER, Ireneu Roque. Concílio Plenário na Igreja do Brasil: a Igreja no Brasil de 1900
a 1945. São Paulo: Paulus, 2014.
SOUZA, Luiz Alberto Gómez de. As várias faces da Igreja Católica. In: Estudos avançados,
v.18 n. 52; São Paulo Set./Dez. 2004. p. 77-95.
TERRA, João Evangelista Martins. A Rerum Novarum dentro de seu contexto sociocultural.
In: Síntese Nova Fase, v. 18, n°. 54. 1991, p. 347-366.
TOLENTINO, Célia Aparecida Ferreira. O Farmer contra o Jeca: o projeto de revisão
agrária do governo Carvalho Pinto. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011.
MAINWARING, Scott. A Igreja Católica e a política no Brasil (1916-1985). São Paulo:
Brasiliense, 2004.
MARTINS, Heloisa Helena Teixeira de Souza. Igreja e movimento operário no ABC:
1954-1975. São Paulo: Hucitec; São Caetano do Sul: Prefeitura de São Caetano do Sul, 1994.
SABER, Eder. Quando novos personagens entraram em cena: experiências, falas e lutas
dos trabalhadores da Grande São Paulo, 1970-80. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.
Trabalho de Conclusão de Curso, Dissertações e Tese
STEIN, Maria de Lourdes Tomio. A experiência do Trabalho: as práticas da Pastoral
Operária em Curitiba (1965-1999). 2004. 201f. Tese. (Doutorado em História). Programa Pós-Graduação em História – Linha de Pesquisa Cultura e Poder. Setor de Ciências Humanas,
Letras e Artes. Universidade Federal do Paraná. 2004.
Revistas
SOUZA, Ney de. O bispo e as greves do operariado no ABC, disputas e tensões entre a Igreja
Católica e a ditadura militar. In: A Revista História e Cultura. Franca, v. 4, n. 2, p. 277-301,
set. 2015.
Artigos científicos
BRITO, Ricardo José Braga Amaral de. O Novo Sindicalismo Brasileiro e o papel da
crítica: Análise das estratégias de engrandecimento da prática sindical brasileira na década de
1980. Primeiros Estudos, São Paulo, n. 6, p. 87 - 101, 2014.
CEDIC PUC- SP (Centro de Documentação e Informação Científica
A política do grande capital: Encontro realizado no dia 6 de dezembro de 1980, no Centro
de Formação de Líderes da Diocese de Nova Iguaçu, entre agentes pastorais e sindicalistas
para debater as experiências da Pastoral Operária de São Bernardo do Campo.
CARVALHO, Gilberto. Depoimento Gilberto Carvalho em comemoração aos 10 anos da
Pastoral Operária. Documento sem data.
Dom Cláudio denuncia a injustiça social. Diário do Grande ABC, 11 de outubro de 1977.
PRETTO, Pe. Agostinho. Secretariado Nacional da Pastoral Operário. Mariano Sendra dos
Santos, 44 – Sala 501, Duque de Caxias, RJ.
Política econômica do ponto de vista dos trabalhadores. Encontro realizado no dia 6 de
dezembro de 1980, no Centro de Formação de Líderes da Diocese de Nova Iguaçu, entre
agentes pastorais e sindicalistas para debater as experiências da Pastoral Operária de São
Bernardo do Campo.
ARAÚJO, Alberto Vieira. Curvelo do Padre Corvelo. Belo Horizonte: Imprensa Oficial,
1988.
AZZI, Riolando. Catolicismo Popular e Autoridade Eclesiástica na Evolução Histórica do
Brasil. In: Religião e Sociedade nº 1, Rio de Janeiro, ISER, 1977, p. 125-149.
CAMURÇA, Marcelo. A “artilharia pesada” espiritual (O embate das “santas Missões”
redentoristas com o catolicismo tradicional mineiro em contexto de romanização no final do
século XIX ),in : Religião e Violência, São Paulo: Paulinas, 2004.
CARRARA, Angelo Alves. O Distrito dos Diamantes, 1734-1757. Juiz de Fora. Clio
Edições, 2017.
CEMITÉRIO DO PEIXE. Jornal A Estrella Polar, Diamatina. 25 de ago. de 1935. Ed 33. pp.4
In: Biblioteca Antônio Torres – Diamantina.
CEMITÉRIO DO PEIXE. Jornal Pão de Santo Antônio, Diamatina. 27 de ago. de 1933. Ed.
47. pp3. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2018.
_______.Jornal Pão de Santo Antônio, Diamatina. 30 de set. de 1934. Ed. 52. pp4. Disponível
em: . Acesso em: 18 set. 2018.
_______.Jornal Pão de Santo Antônio, Diamatina. 01 de set. de 1935. Ed. 49. pp3. Disponível
em: . Acesso em: 18 set. 2018.
CHAVES, Raimundo Nonato de Miranda. Camilinho: escola de vida. Belo Horizonte:
Edições Carranca Comissão Mineira de Folclore, 2016.
HOSPEDES E VIAJANTES. Jornal A Estrella Polar, Diamatina. 11 de ago. de 1940. Ed 32.
pp.4 In: Arquivo da Arquidiocese de Diamantina – Diamantina.
NETO, Luciano Dutra. Das terras baixas da Holanda às montanhas de Minas. Uma
contribuição à história das missões redentoristas, durante os primeiros trinta anos de trabalho
em Minas Gerais. Tese (doutorado em Ciência da Religião), Universidade Federal de Juiz de
Fora, Juiz de Fora, 2006.
OBSERVADOR, O Callado. Publicações à Pedido. Jornal O Jequitinhonha, Diamantina. 16
de nov. 1861. Ed. 40, pp. 2. Disponível em: . Acesso
em: 20 set. 2018.
OLIVEIRA, Pedro Ribeiro. “Religiões Populares”. In Oscar Beozzo (org). Curso de Verão
II. São Paulo, paulinas, 1988, p 107-123.
AMSTALDEN, Júlio César Ferraz. A música na liturgia católica urbana no Brasil após o
Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965). São Paulo, 2001. 175 f. Dissertação (Mestrado
em Artes) – Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”.
CARVALHO, Vinicius Mariano de. Aspectos da música na liturgia católica na América
Latina do Vaticano II aos dias atuais Do "canto do povo de Deus" ao "som da massa".
Diálogos Latinoamericanos, Aarhus (Dinamarca), n.16, p. 90-114, 2009.
CNBB – Conferência nacional dos Bispos do Brasil. A música litúrgica no Brasil: um
subsídio para quantos se ocupam da música litúrgica da Igreja de Deus que está no Brasil. 1998. Disponível em: < http://www.cnbb.org.br/component/docman/doc_download/340-amusica-liturgica-no-brasil-estudo-cnbb-79>. Acesso em 9 set. 2011.
______. Hinário Digital: Página inicial. 2017. Disponível em:
. Acesso em 5 mai. 2018.
______. Setor “Música litúrgica”. Pastoral da Música Litúrgica no Brasil. 1976. Disponível
em: .
Acesso em 9 set. 2011.
DUARTE, Fernando Lacerda Simões. Do canto religioso popular à música autóctone:
memórias, esquecimentos e o desenvolvimento de uma identidade musical local no
catolicismo pós-conciliar. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUANDOS EM
MÚSICA, 3., 2014, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: Unirio, 2014. p. 784-794.
______. O Hino Nacional brasileiro na Missa Solene Vaticano II de José Mousinho: uma
proposta de abordagem a partir das vertentes da música litúrgica católica pós-conciliar. In:
CONGRESSO DA ANPPOM, 27., 2017, Campinas-SP. Anais… Campinas: ANPPOM, 2017.
Disponível em: . Acesso em: 29 mai. 2018.
______. Resgates e abandonos do passado na prática musical litúrgica católica no Brasil
entre os pontificados de Pio X e Bento XVI (1903-2013). São Paulo, 2016. 495 f. Tese
(Doutorado em Música) – Instituto de Artes, UNESP, São Paulo, 2016.
______. Vademecum Musical do Catechista e Flores do Altar: música, catolicismo popular e
hinos patrióticos no contexto da Romanização na Arquidiocese de São Salvador da Bahia na
década de 1920. In: ENCONTRO DE MUSICOLOGIA HISTÓRICA, 12., 2018, Juiz de
Fora. Anais… [no prelo] Juiz de Fora: UFJF, 2018. p.893-898.
FONSECA, Joaquim. “A uma só voz”: o uníssono como sinal sensível da sintonia da
assembleia no Espírito Santo. Horizonte Teológico, Belo Horizonte, v.14, n.27, jan./jun. 2015.
p.9-25.
GAETA, Maria Aparecida Junqueira Veiga. A Cultura clerical e a folia popular: Estudo sobre
o catolicismo brasileiro nos finais do século XIX e início do Século XX. Revista Brasileira de
História, São Paulo, v.17, n.34, 1997. Disponível em:
.
Acesso em: 29 abr. 2010.
GILROY, Paul. O Atlântico negro: modernidade e dupla consciência. Tradução de Cid
Knipel. São Paulo: Ed. 34; Rio de janeiro: Universidade Candido Mendes, Centro de Estudos
Afro-Asiáticos, 2001.
HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Editora UFMG: Belo
Horizonte, 2003.
IYANAGA, Michael. A história católica do samba na Bahia: reflexões sobre a diáspora
africana. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
ETNOMUSICOLOGIA, 7., 2015, Florianópolis. Anais do VII ENABET: Florianópolis:
ABET, 2015. p. 487-500.
LUHMANN, Niklas. Social Systems. Stanford, CA: Stanford University Press, 1995.
MENEZES, Renata de Castro; TEIXEIRA, Faustino. Catolicismo plural: dinâmicas
contemporâneas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
MONTERO, Paula. Tradição e modernidade: João Paulo II e o problema da cultura. Revista
Brasileira de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, a.7, n.20, p.90-112, 1992.
SOUZA, José Geraldo de. Folcmúsica e liturgia: subsídios para o estudo do problema.
Petrópolis: Vozes, 1966. Coleção Música Sacra, n.1.
_____________________. Elementos de rítmica musical no folclore brasileiro. In:
ALBUQUERQUE, Amaro Cavalcante de. Et all. Música brasileira na liturgia. Paulus: São
Paulo, 2005.
ALVES, Rubem. O que é religião. 9 ed. São Paulo: Brasiliense, 1986.
BOFF, Leonardo. Experimentar Deus: A transparência de todas as coisas. Campinas:
Verus, 2002.
BOMTEMPO, Cláudio. O que o meu coração aprendeu. Barbacena: Centro Gráfico e
Editora Ltda, 2005.
BORGES, Nunes Júnior Ario. Relíquia: o destino do corpo na tradição cristã. 1. Ed. - São
Paulo: Paulus, 2013.
BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os deuses do povo. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1980.
FERREIRA, Roberto Nogueira. Cem anos-luz!: o imparcial, 1896 – 1996, um jornal, um
jornalista, uma cidade. Brasília: R.N. Ferreira, 1996.
__________O Sagrado Coração de Lola: a Santa de Rio Pomba. Brasília: Ed. L.G.E., 2007.
IBRAHIM, Márcio Antônio Deotti. O Grande Tesouro de Lola, 2007
Disponível em: www.santalola.com.br. Acesso em: 04 out. 2018.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia Estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro,
1996.
MAUSS, Marcel. Antropologia. São Paulo: Ática, 1979.
OLIVEIRA, Simone Geralda de. Três Santas do Povo: Um estudo antropológico sobre
santificações populares em Minas Gerais. Tese Doutorado defendida no Programa de PósGraduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2008.
PASSOS, Mauro. O catolicismo popular, In: PASSOS, Mauro (Org.) A festa na vida:
significados e imagens. Petrópolis: Vozes, 2002.
ROSA, J.G.. Grande sertão: veredas. 13. ed. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1979.
SILVEIRA, Stefany Silveira e Cosme Elias. “Santa Lola”: trajetória social e origem da
vocação religiosa da imagem sagrada do interior mineiro. In: Revista de Ciências Humanas,
Viçosa, v. 15, n. 1, p. 273-292, jan./jun. 2015.
Disponivel em:
http://www.cch.ufv.br/revista/pdfs/vol15/artigo5evol15-1.pdf. Acesso em 04 jan. 2017.
SOARES, Hugo Ricardo. A produção social do Santo: um estudo do processo de
beatificação do Padre Rodolfo Komórek. Dissertação defendida no Programa de PósGraduação em Antropologia Social da Universidade Estadual de Campinas - Instituto de
Filosofia e Ciências Humanas, 2007.
TAVARES, Thiago Rodrigues. A religião vivida: expressões populares de religiosidade. In:
Sacrilegens, Juiz de Fora, v. 10, n.2, p. 35-47, jul-dez/2013. Disponível em:
http://www.ufjf.br/sacrilegens/files/2014/07/10-2-4.pdf. Acesso em 02 out. 2018.
BITTAR, Neder. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018a.
BITTAR, Palmira. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018b.
FRUGÉRIO, Anselmo. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018.
HERVIEU-LEGER, D. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Tradução de João
Batista Kreuch. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015. 238 p.
KRIEGER, Murilo scj. (Dom). O amor ultrapassa o tempo. Diário do Norte, Maringá, 23 nov.
2000. s/p.
MACHARUTTO, Carla. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira
Lupion. Maringá, 2018.
MARTINS, Celso Eurípedes. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira
Lupion. Maringá, 2018.
NEGRI, Benedito. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018a.
NEGRI, Clarice. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018b.
NEGRI, Lucineide. Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira Lupion.
Maringá, 2018c.
SILVA, Júlio Antonio (Mons.). Entrevista. Entrevista concedida a Marcia Regina de Oliveira
Lupion. Maringá, 2018.
VIER, Frederico (Frei, O.F.M). Compêndio do Vaticano II: Constituições, decretos,
declarações. 11. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1968. p. 174.
Como Citar
ARCHANJO DE ALMEIDA, R.; DA VEIGA, A. C.; DE ARAÚJO PORTES, A. L.; DE SOUSA CARVALHO, N.; MANGEA DA SILVA , L. F.; RODRIGUES TAVARES, T.; COSTA LOPES, A.; LACERDA SIMÕES DUARTE, F.; BONTEMPO REIS, M.; DE OLIVEIRA LUPION, M. R. Catolicismo(s) ontem, hoje e sempre...? Interfaces com o tempo, sociedade e cultura. Sacrilegens , v. 15, n. 2, 11.